sexta-feira, 23 de maio de 2014

James Blake a preparar sucessor de Overgrown


James Blake revelou ontem, numa entrevista à Gigwise, que já está a trabalhar num novo álbum. O músico disse que está a compor muito material novo e que a sua sonoridade seria levada "para baixo" no sucessor de Overgrown, álbum lançado no ano passado.

Blake estará presente em Portugal no Vodafone Paredes de Coura, no qual vai dar dois concertos no dia 23 de Agosto, um a solo e outro como membro dos 1-800-Dinosaur.


+

Pete Doherty trabalha em novo álbum


Esta semana o aclamado vocalista dos Babyshambles/The Libertines divulgou à NME que estava a trabalhar num "secreto" álbum a solo, o nome foi também avançado e poder-se-á esperar sob o nome de Flags Form Old Regime, embora ainda seja desconhecida a sua data de lançamento oficial.
O cantor divulgou também que estava a trabalhar com o produtor Johann Sheerer no novo trabalho, em Hamburgo. Avançado com outras informações, Doherty revelou que a música "Down For The Outing" também ganhou uma nova forma nas mãos do referido produtor.
Para além de não contar com a ajuda dos Babyshambles no álbum, Pete ainda disse tratar-se de um álbum secreto dado que a sua editora - EMI - não fazia qualquer ideia sobre o trabalho do cantor num novo álbum a solo.

+

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Playlist: NOS Primavera Sound #2


14 dias é o tempo de espera para nos divertirmos ao som das bandas que vão à terceira edição do NOS Primavera Sound. Se a primeira playlist que partilhámos já foi boa, esta é ainda melhor! Seguiam as  recomendações da nossa redacção e ouçam as melhores bandas que vão passar pelo Parque da Cidade, no Porto, de 5 a 7 de Junho. Esperamos que a chuva não nos venha estragar esses dias!

1- Kendrick Lamar - Backseat Freestyle (5 de Junho, Palco Optimus)
2- Slint - Breadcrumb Trail (7 de Junho, Palco ATP)
3- Pond - Moth Wings (6 de Junho, Palco ATP)
4- Courtney Barnett - Avant Gardener (6 de Junho, Palco Pitchfork)
5- Hebronix - Viral (7 de Junho, Palco ATP)
6 - Television - Marquee Moon (6 de Junho, Palco ATP)
7 - Eaux - Luther (7 de Junho, Palco ATP)

+

Oiçam: Mefjus



É tipico da identidade da SPH partilhar músicas que vão do género punk ao pós-punk passando pelo rock e todos os estilos alternativos que o rodeiam. A verdade é que desta vez decdimos apresentar um produtor, mas diferente dos produtores que partilhamos que vão de Baths a Gold Panda, passando por Jamie XX e outros tantos meninos acolhidos da crítica e grandes destaques numa das mais influentes páginas de música. Já está toda a gente farta da p4k, mas a verdade é que para descobrir projectos novos até é interessante. Não querendo aborrecer-vos com opiniões chatas, vamos ao que interessa, Mefjus e a complexidade do drum and bass. Não se riam, se a empresa de DJ's e produtores que vos fez mastigar merdas house e levou a reputação do dnb por "água abaixo" nós vimos mostrar um produtor que a faz da forma mais complexa e genial.

Martin Schober, aka Mefjus, é um prodígio austríaco de 24 anos que produz música desde os 16. Se programas como o Nuendo e o Cubase dão problemas a qualquer um, Schoeber parece lidar com eles  como nós lidamos com a respiração: automaticamente. 

A nossa paixão surgiu quando vimos um vídeo do produtor a mostrar como produzia as músicas: o sound design de milésimos de segundos de músicas a mil e segundos e a sua constante conjugação, cerca de 180 sons para compôr apenas uma música de drum. Quando decidimos investigar, em "Far To Close" descobrimos que se há música boa para ouvir com a moca esta é uma delas.


Desde 2012, assinar para a Critical label que, e numa série de concertos no Reino Unido, Mefjus vê o seu nome a ser falado e lança o seu primeiro single "Signalz", em março. Portanto entre 12 horas diárias a produzir sons e a "desenhá-los" no estúdio, Mefjus ainda lançou um EP e um álbum. O começo teve como base apenas dois samplers Akai, um misturador de canais Behringer 16, mais uma versão inicial do Cubase para disparar esses samplers e caracteriza-se agora no uso do Cubase7, uma inteface RME, um "Roland SH101", um "Virus Ti2", uma "Lexicon FX" rack e um "Sherman Filterbank". Mas se são produtores em iniciação não sejam tão hardcores.


O mais recente trabalho do produtor tem  data do mês passado, traz nome de Hello Ep numa parceria com Emperor. É um ep de quatro faixas, onde atenção recai sobre "Void Main Void" para não referir os milisémos segundos hardcore de "Disrupted". É um EP menos excêntrico, mas mais maduro.

É bonito ver como num ano um produtor dá tanta coisa nova ao D&B mesmo em lançamentos curtos. Se estão mais curiosos oiçam Contemporary EP. Aqui fica "Mob Rule", talvez os fãs de Crystal Castles apreciem.


+

Regresso de Yann Tiersen acontece em Belém


O compositor da famosa banda sonora do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", Yann Tiersen, está de volta a Portugal para um concerto único a acontecer dia 19 de Outubro, no Centro Cultural de Belém, por volta das 21:00H.

A visita deve-se ao seu último trabalho "Infinity", que figurará maioritariamente a setlist do concerto. Os bilhetes já se encontram à  venda e o preço dos mesmos varia  entre 20 a 40€.

+

terça-feira, 20 de maio de 2014

The Knife lançam Shaken-Up Versions


Os suecos The Knife vão lançar um novo trabalho de temas remisturados de toda a sua discografia. Intitulado de "Shaken-Up Versions", segue-se a um dos melhores álbuns de 2013 "Shaking the Habitual", apresentado ao vivo em Paredes de Coura também em 2013,foi feito a pensar na tour que a banda vai dar no Norte da América.
É editado a 17 de Junho pela Rabid Records e o tema "Without You My Life Would Be Boring",do último álbum, até ganhou um novo vídeo na sua versão remisturada.




Eis os temas remisturados que fazem parte de "Shaken-Up Versions":


01 We Share Our Mothers' Health (Silent Shout de 2006)
02 Got 2 Let U (Deep Cuts de 2003)
03 Bird (The Knife de 2001)
04 Without You My Life Would Be Boring (Shaking the Habitual de 2013)
05 Pass This On (Deep Cuts de 2003)
06 Ready to Lose (Shaking the Habitual de 2013)
07 Stay Out Here (Shaking the Habitual de 2013)
08 Silent Shout (Silent Shout de 2006)



+

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Playlist: NOS Primavera Sound#1


Está mesmo à porta a terceira edição de mais um Primavera Sound, desta vez com um nome chato e aborrecido, mas com a visita de alguns nomes muito aguardados na melhor cidade de Portugal, o Porto. E se tudo é melhor no Porto, a presente playlist também o é, e sendo acssível a todos, também é melhor no resto do país. Aqui ficam as nossas primeiras escolhas para irem decorando uns sons. Vemo-nos no Parque da Cidade em menos de um mês :)

1 - Ty Segall - "Crybaby" 


2 - Rodrigo Amarante - "Irene"


3 - Jagwar Ma - "The Throw"


4 - Follakzoid - "Trees"


5 - Todd Terje - "Leisure Suit Preben"


6 - Cloud Nothings - "No Future/No Past"


7 - Mogwai - "Rano Pano"

+