sábado, 13 de setembro de 2014

Fiquem a conhecer o novo guitarrista de Mac DeMarco


Ainda há pouco tempo Mac DeMarco nos presenteou com o cover do tema "Lights Out" de Angel Olsen. Agora foi a vez de interpretar a música "This Guy's In Love With You" de Burt Bacharach, música também utilizada no último registo de These New Puritans. No vídeo da música podem ficar a conhecer o novo guitarrista de Mac DeMarco, Andrew Charles White, o qual está a explorar Nova Iorque, as suas vistas, os seus sons e os seus encantos.




+

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Ovo Editora apresenta: "Rentrée des Artistes '14"


A Ovo Editora, uma produtora portuense, que tem como objectivo apoiar projectos artísticos que estejam no início de percurso, iniciou recentemente a realização de eventos onde apresenta o trabalho desses artistas e está de regresso para mais um, a "Rentrée des Artistes '14".

Este segundo evento acontece no próximo dia 27 de Setembro, pelas 21h no bar Ás de Copas no Porto. O evento terá a presença de três bandas: Morto Coltese, Unown?! e Ric Vham Meola, bem com uma exposição de fotografia a cargo de Bruno Nacarato. As entradas ficam-se pelos dois euros.

Todas as informações adicionais do evento poderão ser consultadas aqui.

+

Há quatros nomes novos no cartaz do Vodafone Mexefest


Há quatro nomes novos a juntar-se ao sete já anunciados anteriormente para fazer parte do cartaz lisboeta a decorrer entre 28 e 29 de Novembro na avenida da liberdade.

O nomes contemplam Modernos,banda com membros dos Capitão Fausto que irá apresentar o seu último trabalho, o EP #1. A par destes há também as espanholas DeersKing Gizzard & The Lizard Wizard a apresentar I'm In Your Mind Fuzz a ser lançado em Outubro e por fim Adult Jazz com Gist Is na bagagem.






+

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Mercury Prize 2014: os nomeados


Já são conhecidos os nomes anunciados para o Mercury Prize, edição de 2014! Entre nomes como Damon Albarn, FKA twigs, Bombay Bicycle Club, Anna Calvi, Jungle, East India Youth, Young Fathers e outros estará o vencedor, que será anunciado dia 29 de Outubro.

De relembrar que o vencedor do ano passado foi James Blake, em mote de Overgrown.

Damon Albarn - Everyday Robots


Bombay Bicycle Club - So Long, See You Tomorrow 


Anna Calvi - One Breath 


East India Youth - Total Strife Forever 


FKA twigs - LP1 


GoGo Penguin - v2.0 


Jungle - Jungle 


Nick Mulvey - First Mind 


Polar Bear - Each and Every One


Royal Blood - Royal Blood 


Kate Tempest - Everybody Down 


Young Fathers - Dead



+

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

STREAM: Vessel - Punish, Honey


Ao lançar "Red Sex", Vessel assumiu-se como um produtor experiente ou aparentou-o, no single que marcava o regresso aos LP's.

Num segundo álbum, a sair a 16 de Setembro pelo selo Tri Angle Records, é possível ver uma maturidade face à estreia em 2012 num stream com imagens de fundo para as emoções serem variadas.

Faz já parte do nosso top 25 de álbuns do ano, e pode agora ser ouvido na íntegra, cortesia da Pitchfork, aqui.


+

Only Real e o vídeo de "Pass The Pain"


Depois de ter assinado com o selo Virgin EMI, onde relançou "Cadillac Girl" - uma versão melhorada da demo lançada anteriormente com o mesmo nome - Only Real lançou há uns dias uma nova música sob o nome de "Pass The Pain".

Após a assinatura com novo single e mostra de dois novos é expectável que o londrino Niall Galvin certamente anunciará o seu primeiro álbum brevemente.

Ainda sem notícias disso, fica aqui em baixo, o tratamento audiovisual que "Pass The Pain" sofreu.


+

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Tomorrows Tulips em entrevista: "Misses Hash é uma pessoa."


Conhecidos talvez pela abertura dos concertos dos The Growlers em Novembro do ano passado, os Tomorrows Tulips anunciaram recentemente um novo álbum - When.
Falámos com o Alex Knost dos Tomorrows Tulips sobre aquilo que se podia esperar deste novo trabalho e se a banda voltaria a Portugal em função da tour do novo trabalho. O resultado pode ser lido em baixo:

Threshold MagazineWhen marca o regresso dos Tomorrows Tulips aos trabalhos de estúdio. A gravação do novo álbum vai conter marcas de lo-fi e shoegaze, como nos anteriores trabalhos, ou vai ter uma produção melhorada face aos mesmos? 

Tomorrows Tulips - Para mim o lo-fi funciona como documentação pessoal, uma espécie de DIY (Do It Yourself), por razões artísticas e financeiras, portanto, nesse sentido podem esperar o mesmo, da mesma forma no que toca ao shoegaze. Eu tendo a gostar de elementos atmosféricos ou repetitivos quando ouço música. Nós procuramos mais explorar do que idenficar-nos com algo. 

TM – Este novo trabalho traz uma nova formação na banda, desta vez, como trio. Como sentem que isso influenciou no vosso trabalho? Sentem algumas diferenças a níveis sonoros ou mesmo de evolução musical para um estilo diferente? 

Tomorrows Tulips - Sem dúvida que tem aumentado o nosso interesse, pois não queremos fazer o mesmo álbum duas vezes. Já conhecíamos o Jamie há algum tempo e ele gravou o nosso último álbum, com uma sonoridade semelhante a esse último trabalho, mas com ele a tocar bateria.

TM - A adolescência e essa fase mais jovem marca bastante os vossos trabalhos anteriores, esta influência vai voltar a estar presente no novo álbum, ou terão novos temas em exploração? 

Tomorrows Tulips - Esse foi o tema do nosso primeiro álbum, porque proporcionou a criação da banda. Resultou de uma entrevista do Calvin Johnson que eu li e me inspirou. O Experimental Jelly foi mais introvertido como um diário alimentado pela interacção. Quanto ao novo álbum ainda o estou para terminar, por isso não tenho o ponto de vista adequado, é parecido com um vómito abstracto e expressionista. 

TM – Uma curiosidade por trás do single "Glue To You". O nome da música veio de onde? De uma inspiração ao filme "Glue" de Alexis dos Santos, ou de outra particularidade em geral?

Tomorrows Tulips - Foi o Ford que escreveu e canta essa canção. Por isso acho que não, mas verei o filme depois! 

TM – Acham que a erva entre outras drogas têm influência na produção dos singles? Isto é, ao ouvir "Misses Hash", "Free" e "Tired" a única coisa que nos ocorre é pegar num charrinho e sentir o amor dentro de nós próprios enquanto o partilhamos com outros. Sentem isso em relação à vossa música, ou produzem-na nesse estado espírito? 

Tomorrows Tulips - Misses Hash é uma pessoa. É uma música sobre essa pessoa e a letra está relacionada com os seus tormentos. Escolhemos esse nome por causa do interesse dela em erva. "Tired" e "Free" não estão relacionadas com drogas. 

TM - Que bandas/artistas têm andado a ouvir ultimamente? 

Tomorrows Tulips - Le Tigre, Neil Young, Guru Guru, e bastante Sonic Youth!

TM – Gostaram da passagem no ano passado por Portugal? Estão a pensar voltar cá em função da tour de When

Tomorrows Tulips - Sim, nós estamos a caminho! Portugal foi excelente, o concerto foi incrível, com uma hospitalidade generosa, as ruas eram velhas e podiam contar um milhão de histórias.



+

Wampire mostram "The Amazing Heart Attack"


Os Wampire aunciaram recentemente o seu segundo álbum e com o avanço do novo trabalho através de "Wizard Staff", desta vez a banda mostra mais um single, a faixa de abertura, "The Amazing Heart Attack".

Os riffs desta nova música são uma comutação à Ariel Pink, numa sonoridade contemporânea do punk-rock. 

Bazaar, sai a 7 de Outubro pelo selo Polyvinyl Records.




+

Oiçam: Blazout


Se precisam de uma banda sonora para os momentos de descontracção pós-trabalho, ou de uma pausa com os bpm's acelerados então recomendamos que oiçam Blazout, o projecto do português Pedro Fialho de 18 anos, que se dedica à produção de música onde as influências sofrem contracções do downtempo ao ambient, com passagens por jazz, instrumental e implementações de vários sons orgânicos.


Apesar de ainda não ter lançado qualquer álbum ou EP, já se pode encontrar alguns registos do seu trabalho no soundcloud, realizados de foma DIY, mas com um aqualidade sonora bastante interessante. "Misterious Mountain", o mais recente single do produtor, mostra influências díspares na sonoridade, onde se pode citar Bonobo. 




"Forest Messenger" é mais uma amostra na arrojada alteração dos compassos sonoros, expondo assim no ambiente chill, alguns dos nossos medos, confianças e vivências. É uma bonita viagem intemporal e igualmente mental.



Ainda sem qualquer álbum ou EP agendado, vale a pena experimentar a mão cheia de singles que o produtor disponibilizou no soundcloud, aqui. "Morning Breeze" vale a pena!

+

The Radio Dept. regressam quatro anos depois com novo single


Os suecos The Radio Dept. estão de volta com novo single - "Death To Fascism", depois de um silêncio de quatro anos.

Sem qualquer informações adicionais sobre um novo álbum, o single traz uma revolução no som da banda através de linha de baixo conduzida pelos teclados, caracterizado por um loop vocal anti fascista.

Enquanto se esperam por novidades, o single encontra-se disponível para download gratuito via Labrador Records.


+

domingo, 7 de setembro de 2014

Vídeos da Semana #20


Depois de uma semana de pausa para férias, a rubrica Vídeos da Semana encontra-se de novo em actualização semanal a fim de mostrar os trabalhos audiovisuais da semana que acabaram por não ter tido destaque na nossa página. Entre as escolhas ficam: Cymbals Eat Guitars, Peaking Lights, clipping., Cage The Elephant e Moby.

1 - Cymbals Eat Guitars - "Laramie"


2 - clipping. - "Inside Out"




3 - Cage The Elephant - "Cigarette Daydreams"


4 - Peaking Lights - "Breakdown"


5 - Moby - "The Last Day (with Skylar Grey)"



+