quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Reportagem: Girls Names [Café Au Lait - Porto]


Na passada segunda feira fomos ao Café Au Lait para ver o regresso dos Girls Names em território nacional, num concerto com o selo da editora Lovers & Lollypops que comemora 10 anos de existência. O quarteto irlandês de Belfast apresenta-se como um dos principais revivalistas da música post-punk, e regressou ao Porto para apresentar o sucessor do excelente The New Life, o não tão bem conseguido Arms Around a Vision.

A sala inferior do espaço portuense encontrava-se bem composta e o público parecia entusiasmado. Num concerto principalmente focado em mostrar as faixas do novo registo discográfico, o público, ainda não tão conhecedor do novo trabalho, ia aplaudindo em cada música, com o vocalista Cathal Cully agradecendo frequentemente em português. Temas do novo álbum como “Reticense” e “Chrome On Rose” fizeram parte do alinhamento e foram bastante bem recebidos. A banda aproveitou ainda para tocar “Hypnotic Regression”, um dos temas mais conhecidos da banda pertencente a The New Life, sendo esta uma das poucas faixas deste registo que fizeram parte do alinhamento, para desgosto de alguns fãs. No entanto, a banda apresentou o seu novo trabalho de forma bastante competente e convincente. 

Girls Names @ Café Au Lait

Terminado o concerto, a banda voltou rapidamente para um encore a pedido do público, aproveitando para tocar apenas uma faixa. “The New Life”, faixa que termina o álbum do mesmo nome, encerrou o concerto de uma forma brilhante, com a incrível malha de mais de sete minutos a ser tocada de forma irrepreensível, terminando assim um belo concerto que demonstra mais uma vez que os Girls Names são das melhores bandas do género, e que os seus regressos pelas nossas terras serão sempre bem recebidos.


Texto: Filipe Costa
Fotografia: Ana Carvalho dos Santos