sábado, 18 de julho de 2015

Vídeos Da Semana #55


Em fim-de-semana de mais uma edição do Jameson Lazy Sessions e de  mais um Super Bock Super Rock é tempo de rever alguns dos trabalhos audiovisuais que foram saindo ao longo da semana. Tamaryn, Lower Dens, Teen Daze, Pixx e Dj Koze são as escolhas da semana. Os respetivos trabalhos audiovisuais poderão ser vistos abaixo.

1 - Tamaryn - "Cranekiss"

2 - Lower Dens - "Sucker's Shangri-La"

3 - DJ Koze - "I Haven't Been Everywhere But It's On My List"

4 - Pixx - "Fall In"

5 - Teen Daze - "Morning World"


+

Marissa Nadler faz cover de Black Sabbath


Um ano depois de ter editado July, o seu álbum de estreia, e, mais recentemente, um novo EP, Marissa Nadler lança agora um novo cover desta vez de "Solitude" original dos lendários Black Sabbath. O cover sucede assim o mais recente single "Carnival", que houvera sido mostrado em abril do presente ano em função da compilação One Hundred Thousand Voices, editada posteriormente em junho. 

"Solitude" pode ser ouvido abaixo e vem acompanhado de download gratuito. Ainda não são conhecidos planos para o sucessor de July.


+

[Review] No Joy - More Faithful


More Faithful // Mexican Summer // junho de 2015
5.8/10

Os fãs do shoegaze na sua vertente mais pop, certamente que gostaram de Ghost Blonde (2011), o disco que levou os No Joy ao reconhecimento da crítica internacional, após a assinatura com a Mexican Summer tendo assinado, igualmente, a estreia do quarteto nos trabalhos de estúdio. Em Wait To Pleasure(2013) a banda de Montreal apresentava uma maturação face à sua estreia e mostrava igualmente aquele que seria o seu melhor registo até à data. Com More Faithful, terceiro disco de estúdio os No Joy deixaram-se ofuscar pelos holofotes e perderam grande parte da boa distorção que nos houvera sido apresentada no registo anterior. Gravado com o produtor de Ariel Pink, Jorge Elbrecht, em Brooklyn e na Costa Rica, More Faithful continua a apostar nas guitarras fuzz mas tece uma sonoridade que se vai tornando repetitiva e maçuda nas suasrepetições constantes.

Apesar de More Faithful funcionar como um álbum esperado, na medida em que não traz uns No Joy completamente aleatórios face aos trabalhos anteriormente mostrados, há no entanto, uma aura envolta em si que o desclassifica facilmente de um álbum a considerar. "Remember Nothing", a faixa de abertura resume-se a camadas de distorção que envolvem um núcleo vocal despido de qualquer característica que o classifique de único, e, mesmo as guitarras implementadas, produzem apenas uma pequena indiferença no ouvinte. Esta indiferença prossegue em "Everything New", que embora apresente uma sonoridade bem mais limpa que a canção anterior, acaba por se tornar num single bastante monótono e banal. 

Não interessa descrever que em More Faithful uns singles são mais catchy e outros mais fuzz ou psicadélicos, pois todo o álbum possui uma linha que os No Joy conseguem seguir sem se colocarem com grandes mariquices, o que é bom. Músicas como "Hollywood Teeth"  e "Judith" apostam em quebras repentinas nos compassos o que acaba por transmitir uma certa interatividade no som resultante, embora efémera.

Ainda a receber destaque positivo encontra-se "I Am An Eye Machine" que nos leva a viajar a um dream pop à Youth Lagoon, através de um som bem mais limpo. Talvez os No Joy devam apostar mais neste género, afinal, esconder defeitos por sobre uma camada de distorção nem sempre surte um efeito bem conseguido, ou tão pouco aclamado. E, apesar de ainda conseguirem enganar alguns ouvidos, que se deixam facilmente conquistar por qualquer batida, a banda de Montreal não tece em More Faithful um álbum a ser projetado nas listas dos melhores do ano.


+

Wavves anunciam novo álbum, V


Depois de Nathan Williams leakar "Way Too Much", sem a autorização da sua editora Warner Bros - que o retirou posteriormente do Spotify - o vocalista dos Wavves reagiu com uma série de críticas à própria editora e acabou por anunciar um novo trabalho de estúdio, do qual é retirado o novo single, agora revelado, bem como a cover art e respetivo nome, V. Nathan Williams acabou por postar o single no soundcloud.

A banda lançou ainda recentemente um álbum colaborativo com os Cloud Nothings. V ainda não tem qualquer data de lançamento adiantada, nem tracklist revelada.

"Way Too Much" é editado como single na próxima segunda-feira.

+

Rodellus Music Fest com cartaz fechado

O Rodellus Music Fest tem agora cartaz oficialmente fechado. O festival, organizado pela MOOH, que se estreia este ano a 5 de agosto, em Ruílhe, Braga, tem como principal objetivo desafiar os artistas e o público a não terem medo de desafiar o campo. 

Com um cartaz pintado de artistas nacionais portugueses, o bilhete dá assim acesso aos concertos de Killimanjaro, Voxels, Mr. Herbert Quain, The Sunflowers, Captain Boy, Coelho Radioactivo, Los Black Jews, Daily Misconceptions, The Black Wizards, Mr. Mojo, Lasers, Jacketx e The Missing Link pelo simpático preço de 6€ [7,5€ se adquirido no próprio dia]. Poderão ainda ver os DJ Sets de Midnight e Rodellus Country Club.

Os concertos têm início às 16h00 e as portas abrem às 15h00. O festival possui ainda parceria com a CP, pelo que, para os que viajarem nos comboios urbanos do Porto, poderão adquirir um bilhete de ida e volta pelo preço especial de 2€.


Programação

PALCO PRINCIPAL 
18h45 | Mr. Mojo 
20h00 | Los Black Jews 
21h00 | The Black Wizards 
22h00 | The Missing Link 
23h00 | The Sunflowers
00h00 | KILLIMANJARO
01h15 | Mr. Herbert Quain
02h05 | Voxels 

PALCO UM AO MOLHE
17h00 | Coelho Radioactivo
18h00 | daily misconceptions
19h15 | Captain Boy
 23h45 | Jacketx 
01h00 | LASERS 

DJ SET
03h00 | Midnight 
 04h30 | Dj Set - Rodellus Country 

+

Jameson Lazy Sessions arranca hoje nas Virtudes


Depois de no ano passado ter trazido aos Jardins das Virtudes (Porto), concertos gratuitos dos russos Messer Chups e dos portugueses Sensible Soccers, entre outros, o Jameson Lazy Sessions está de regresso este ano com doze eventos a trazer grandes nomes do novo panorama nacional de música portuguesa. 

A decorrer as sábados, de 18 de julho a 10 de outubro, entre as 15h00 e as 20h00, todos os concertos terão uma entrada livre. Segue abaixo o programa.

18 de julho
Concerto: O Bom, o Mau e o Azevedo 
DJ Set: Internal Affairs


25 de julho
Concerto: PZ 
DJ Set: Rodrigo Affreixo


1 de agosto
Concerto: Elisa Rodrigues Quarteto 
DJ Set: Bongo Tonto apresenta Jazz Stew


8 de agosto
Concerto: Sequin 
DJ Set: Nitronious


22 de agosto
Concerto: Jibóia 
DJ Set: DJ Astrokid


29 de agosto
Concerto: Emmy Curl 
DJ Set: Shut Your Mouth (TMSQ + Midnight)


5 de setembro
Concerto: Evols 
DJ Set: Alfredo


12 de setembro
Concerto: A definir 
DJ Set: A definir

19 de setembro
Concerto: Roger Plexico 
DJ Set: DarkSunn


26 de setembro
Concerto: Souls of Fire 
DJ Set: Rude Bwoy Sound ft. Bezegol & Laranja


3 de outubro
Concerto: Duquesa 
DJ Set: Lovers & Lollypops Soundsystem


10 de outubro
Concerto: Ghetthoven + Corona 
DJ Set: John Player Special



HORÁRIOS
Abertura: 15h00; 
Início DJ Set: 15h00; 
Concerto: 17h00; 
DJ Set: 18h00; 
Encerramento: 20h00.


+

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Foto-reportagem: Jacketx + O Manipulador + The Sunflowers - Barba Rija [Aveiro]

Na passada quarta-feira, 15 de Julho, o Barba Rija recebeu três nomes, Jacketx, O Manipulador e The Sunflowers, concertos que trouxeram ao espaço carradas de música electrónica, experimental, rock alternativo, negro e um surf-rock a piscar o olho ao punk e o garage rock. Um salva de palmas para eles. Ficam aqui as fotos, num ambiente bem animado!

Jacketx











O Manipulador















The Sunflowers















Fotografia: Mário Jader

+