segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Omnichord Records celebra 4 anos com 5 novas edições


A Omnichord Records, editora leiriense, nasceu em 2012 e assume-se como uma editora e representante de vários músicos, trabalhando e promovendo as várias sonoridades que nos merecem uma imensa devoção. 

Passados quatro anos a editora sopra velas com cinco edições a caminho - regressos de First Breath After Coma e Nice Weather For Ducks aos discos (ambos com apresentações no CCBeat), a estreia de Surma, dos Whales (vencedores da última edição do Festival Termómetro) e dos Twin Transistors (confirmados para o Lisbon Psych Fest) - e ainda concertos de Few Fingers + Surma, a acontecerem no próximo dia 19 de fevereiro na Casa Independente.  Os bilhetes têm um preço de 4€ e os concertos têm início marcado para as 22h00.

Para além destes cinco lançamentos, a editora de Leiria em 2016 vai apresentar mais singles e vídeos para Les Crazy Coconuts, Few Fingers, Bússola e vai ter novidades do mítico colectivo de post-rock The Allstar Project e do compositor e pianista André Barros.


Biografia, via PR:

Os Few Fingers são Nuno Rancho e André Pereira e em palco fazem-se acompanhar por Luís Jerónimo e Paulo Pereira. Nuno Rancho é músico dos Dapunksport e dos Bússola, colaborou com os Indignu, liderou os Team Maria e, a solo, já lançou três discos e foi Novo Talento Fnac. André Pereira formou-se no Guitar Institute em Londres e tem acompanhado formações como Ultraleve, Team Maria ou Quem é o Bob?

Surma é Débora Umbelino, original de Leiria, mas o que nos traz vem de paisagens bem mais exóticas. Surma, é o seu projecto one-woman-band, onde domina teclas, samplers, cordas, vozes e loop stations em sonoridades que fogem do jazz para o post-rock, da electrónica para o noise e nos levam para paragens mais ou menos incertas, com paisagens desconhecidas e muito prazer na viagem.