terça-feira, 5 de abril de 2016

Oiçam: Fog Lake


Fog Lake é o projeto de lo-fi do músico canadiano Aaron Powell.  Tendo nascido em 2012, como um "bedroom project" de experimentação de ambientes, Fog Lake veio facilmente parar à cena do ressurgimento da cena lo-fi, sentida fortemente no início da década de 2010. O primeiro disco de estreia surgiu no mesmo ano de formação, intitulado de There's a Spirit There's a Soul, que continha gravações datadas de 2008. O músico tentava assim encontrar um som que caracterizasse este novo projeto, experimentando sonoridades díspares.


A dezembro de 2013 o álbum viria a ser remasterizado juntamente com o segundo disco de estúdio, farther reaches, editado em janeiro de 2013. No mesmo ano Fog Lake viria o seu nome crescer entre o mundo underground e o vídeo para o single homónimo "farther reaches" atingiu um número considerável de visualizações. Como resultado Aaron Powell traz um disco com uma sonoridade bastante mais interessante que a trabalhada no seu antecessor e trazendo ainda como referência o livro The Farther Reaches of Human Nature de Abraham Harold Maslow.


Com virgo indigo (2014), a atingir cobertura por webzines de música com algum renome internacional, foi com victoria park, editado em junho de 2015, que Aaron Powell viu as suas primeiras edições físicas pela editora Orchid Tapes (Alex G, Spencer Radcliffe, Foxes In Fiction) e o seu melhor trabalhos longa-duração até ao momento. É de destacar igualmente a interessante art cover.




Fog Lake regressa aos discos em 2016, e para já, pode ouvir-se o primeiro single extraído do mesmo, "Rattlesnake". O quinto álbum de estúdio é previsto para o outono, ainda sem uma data de lançamento oficial apontada. O single, escrito em fevereiro e resultado de uma mudança de casa, pode agora ser ouvido em baixo, apresentando-se igualmente como uma das músicas mais interessantes do compositor, até ao momento. Um single sobre hábitos.