domingo, 17 de abril de 2016

Reportagem: Peaches [NOS Club - Casa da Música]


No dia 9 de Abril realizou-se mais uma edição do NOS Club, na Casa da Música do Porto. A irreverente e sempre polémica Peaches foi a convidada desta edição bastante especial, realizada pela primeira vez em dois dias. Peaches é umas das figuras marcantes da música electrónica das últimas duas décadas, deixando bastante clara a sua presença no circuito musical com The Teaches of Peaches, editado no ano de 2000, regressando no ano passado aos lançamentos com Rub, o primeiro álbum da artista canadiana em 6 anos.

A sala Suggia da Casa da Música encontrava-se bastante lotada e o entusiasmo do público notou-se logo nos primeiros momentos do concerto. Sozinha em cima de uma plataforma, vestida num fato extravagante e volumoso, Peaches abria o concerto com a faixa título do seu mais recente disco, “Rub”, colocando a plateia imediatamente de pé e a dançar. 

Esta é daquelas reportagens em que as imagens falam muito mais do que as palavras, visto que o concerto teve um componente visual e performativa muito presente, como irei explicar posteriormente. À terceira faixa, em “Vaginoplasty”, surgem duas dançarinas disfarçadas e com máscaras com forma de vaginas. A temática estava bem explícita, portanto.


Estas duas figuras algo sinistras iam surgindo várias vezes ao longo do concerto, sempre com vestimentas diferentes e provocadoras, com direito a alguma nudez e erotismo e que contribuíam para o sentido provocador de Peaches, que se mostrava bastante energética e comunicadora. 

O público, encontrava-se ao rubro, dançando constantemente, mas foi em “Boys Wanna Be Her” que o ânimo foi geral, com o riff incrível desta música a fazer-se sentir. Depois de “Dick In The Air”, seguiu-se o clássico “Fuck The Pain Away”, com direito a champanhe oferecido por Peaches e as suas dançarinas às filas da frente. 

Para o encore, Peaches regressou ao palco em topless para tocar “Dumb Fuck” e “AA XXX”, faixa do seu primeiro disco, regressando imediatamente para a atuação de mais uma faixa. O público, deliciado com esta festa, continuava a aplaudir e a pedir mais após a saída da cantora, pelo que Peaches voltou novamente ao palco, desta vez sozinha para um inesperado terceiro encore. 

A última música do concerto contou com a invasão do palco por parte de algumas das pessoas que se encontravam na fila da frente, que dançavam juntamente com a canadiana, encerrando assim um concerto que se transformou numa autêntica pista de dança, onde a extravagância e a provocação reinaram.

Peaches + Da Chick + Moullinex @ NOS Club

Texto: Filipe Costa
Fotografia: Mário Jader