domingo, 23 de julho de 2017

Faltam dois meses para o Post-Punk invadir a Invicta

Cover-art de Lows EP  dos Bleib Modern


O Post-Punk Strikes (Back) Again está de regresso à Invicta a 23 de setembro, repetindo a fórmula de sucesso do ano anterior, ao apostar em seis projetos da vertente noir - cinco internacionais e um nacional - que sobem ao palco do Hard Club, num mini-festival que promove e perpetua a cultura musical underground na cidade do Porto.

Para quem não teve a oportunidade de viver a experiência no passado ano, o conceito mantém-se e nesta edição estreiam-se no festival os argentinos Mueran Humanos, o inglês M!R!M, os portugueses Ghost Hunt, os franceses Tisiphone e os belgas Charnier. A repetir a dose estão os alemães Bleib Modern, que regressam um ano depois para apresentar o novo disco Antagonism, editado em abril deste ano. É portanto um evento aberto ao pluralismo cultural, a não perder.
 .

Mueran Humanos

Os Mueran Humanos são Carmen Burguess (voz, caixas de ritmos, sintetizadores) e Tomas Nochteff (voz, baixo, tambores). Juntos fazem músicas propulsivas e inesquecíveis cantadas em espanhol e com recurso a métodos experimentais, punk e vanguardistas. Atualmente sediados em Berlim e, depois da passagem pelo NOS Primavera Sound (2016), encabeçam esta edição do Post-Punk Strikes Back Again para apresentar o seu mais recente trabalho homónimo Miseress, editado em 2015.

;

Bleib Modern 

Os Bleib Modern são um quinteto alemão fundado por Philipp Läufer, por volta de 2014, e mais tarde juntaram-se à banda Vinz Eberlein, Leo, Pete e Tommy.  A sua música é categorizada essencialmente dentro dos géneros post-punk, cold wave e shoegaze, embora também se encontrem alguns espetros do psychedelic-rock.
São os únicos repetentes do mini festival e este ano trazem na bagagem o disco Antagonism que molda uma nova sonoridade pronta a ser assimilada por uma audiência maior.



M!R!M
.
M!R!M, projeto a solo do engenheiro de som Jack Milwaukee, é a aventura musical do italiano convertido em londrino que passa por sons carregados de melancolia e escuridão, mas nos quais se misturam sons ambient e eletrónicos. O artista é fortemente inspirado pela década de 80, tanto por uma vertente old school do hip-hop, mas também industrial e post-punk. M!R!M faz agora nova passagem em Portugal para a sua estreia no Post-Punk Strikes Back Again, onde apresenta o seu segundo álbum de estúdio, Iuvenis, lançado este ano.


  
Ghost Hunt
.
Pedro Chau (The Parkinsons) e Pedro Oliveira (ex-Spider/ Blarmino) são as caras por trás de Ghost Hunt, projeto de sintetizadores, guitarra e baixo iniciado no final de  2014. Com Kraftwerk, Klaus Schulze, Cluster, Cabaret Voltaire, The Human League, Juan Atkins, Drexciya e 808 State como principais referências, os Ghost Hunt produzem música instrumental nos campos da eletrónica. A dupla sobe ao palco do Hard Club para apresentar o disco de estreia homónimo, editado pela Lux Records, em 2016, entre outros temas.


Tisiphone

Os gauleses Tisiphone são uma das grandes surpresas desta edição do Post-Punk Strikes Back Again. O trio é detentor de uma sonoridade rítmica peculiar (a vocalista toca, em pé - uma bateria desprovida de bombo - que é tocado, ao lado, pela baixista) onde podemos encontrar influências da cold wave de uns Clair Obscur, da dicotomia masculina/feminina com nuances que evocam uns Sleeping Dogs Wake, ou do revivalismo post-punk de umas Savages. Ao Porto o trio traz o seu LP de estreia homónimo editado o ano passado.



Charnier
.
Vindos diretamente do coração da Europa, mais precisamente de Bruxelas, os Charnier estreiam-se nesta segunda edição do mini-festival para cumprir a sua estreia absoluta em terras lusas. O quarteto belga traz na bagagem o seu primeiro trabalho de estúdio, editado em maio deste ano. Apesar da acentuada bateria e o uso de riffs de guitarra sujos mas incisivos, os vocais sobrepõem-se e dominam os temas da banda, numa sonoridade tipicamente post-punk, agressiva e crua.



Os concertos têm início marcado para as 18h00 e os bilhetes já se encontram à venda no Hard Club, Piranha, Louie Louie e Bunkerstore, tendo um custo de 20€. Todas as informações adicionais podem ser encontradas aqui.

0 comentários:

Enviar um comentário