segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

[Review] Mr Gallini - Lovely Demos


Lovely Demos // Lovers & Lollypops // janeiro de 2017
7.0/10

Mr. Gallini é o projeto a solo do prolífico Bruno Monteiro, mais conhecido por se sentar atrás da bateria dos Stone Dead, onde se chega à frente para oferecer a sua voz e algumas guitarradas, sem qualquer tipo de inibição. Depois de ter dado concertos um pouco por todo o pais, com apenas o single “Bad Mood” e o seu cómico videoclip, o músico de Alcobaça finalmente gravou o seu primeiro álbum, composto por seis músicas que sonoramente se aproximam bastante do single (música de abertura do mesmo).

Lovely Demos é o primeiro volume de uma trilogia que Mr. Gallini irá lançar no presente ano de 2018, sendo que cada um representa uma mudança em termos de som e conteúdo dos anteriores, contando assim uma história diferente. Este primeiro volume carateriza-se pelas canções acústicas descontraídas e com letras carregadas de ironia e imagens divertidas, como nas faixas “Rainbow Cow” ou “Fink the Alien”. Estas faixas, que se situam entre o folk psicadélico e um espírito de lutador lo-fi do rock n' roll, contam diversas histórias e abordam determinados sentimentos profundos que ocupam a mente do cantautor.

Em “Bad Mood”, Mr. Gallini aprende a conviver com a sua má disposição diária. “It Seems To Be” é provavelmente a música mais séria do EP onde se divaga um pouco acerca da morte e outras cenas sérias. A curiosa “Fink the Alien”, cujo videoclip mora no limiar do “fofinho” e do “javardola”, fala-nos um pouco da vida de Fink, um alien bem disposto que aterrou no planeta Terra e de como este se adoptou ao dia a dia humano e a visão que este tem dos problemas que o nosso planeta enfrenta, como a guerra e a violência.



“The Show” foi escrita quando Bruno estava com uma grave gripe, daquelas que trazem alucinações e tudo, e é sobre essa experiência. Contudo não é de esperar uma "Cowgirl in the Sand" do álbum Everybody Knows This is Nowhere de Neil Young, sendo uma das faixas menos memoráveis do conjunto. Tal como a faixa anterior, “Busy”, questionavelmente a mais selvagem das seis faixas, acaba também um pouco por se perder quando comparada com as restantes músicas, uma vez que pouco ou nada trás de novo ao universo que Mr. Gallini está a começar a formar.

Estes 21 minutos proporcionados por Bruno Monteiro oferecem músicas descontraídas e divertidas, para se ouvir com os amigos enquanto são acompanhados pelos caricatos videoclips. Apesar de nem todas as musicas serem brilhantes, Lovely Demos abre o apetite para as músicas que Mr. Gallini tem para oferecer e mostra como irão soar os restantes volumes da trilogia que cozinhou para nós.


Texto por: Hugo Geada

0 comentários:

Enviar um comentário