sexta-feira, 20 de julho de 2018

Reentré da ZDB com Jasss, No Age, Kara-Lis Coverdale e muito mais

700 Bliss, Kara-Lis Coverdale, No Age, JASSS, Lean Left, Steve Gunn, FIRE! de Mats Gustafsson, Tzusing e Filipe Sambado são os destaques da rentrée da ZDB.


Foi hoje revelado o programa de concertos dos meses de setembro e outubro da Galeria Zé dos Bois. A iniciar a reentré, dia 5 de setembro, estará uma noite no feminino dedicada a alguns dos projetos mais vitais da produção eletrónica contemporânea. 700 Bliss (duo de Filadélfia que une a poesia de Moor Mother aos beats da produtora Dj Haram), Kara-Lis Coverdale, que se apresenta novamente na ZDB com o belíssimo Grafts (de 2017) e Van Ayres celebram o início da temporada 2018/2019.




No dia 8, Filipe Sambado regressa a casa para uma ode à amizade onde se interpretam temas dos diversos projectos da banda (Primeira Dama, Alek Rein, C de Crochê), prosseguindo a noite com um concerto em banda de Filipe Sambado & Os Acompanhantes de Luxo.


No dia seguinte o músico Remna, que acabou de chegar de Cabo Verde, apresentaráa sua música a solo pela primeira vez em Lisboa. Consigo traz duas convidadas muito especiais: Sara Tavares e Tété Alhinho.


Um dos claros destaques da programação vai para os norte-americanos No Age, que marcam o regresso a Portugal com dois concertos de apresentação do mais recente Snares Like a Haircut, o primeiro disco do duo sob a cinta da Drag City. O concerto em Lisboa decorre dia 11 de setembro e traz não só o duo composto por Randy Randall e Dean Spunt, mas também a fúria dos britânicos Pigs Pigs Pigs Pigs Pigs Pigs Pigs e ainda o a pop solarenga de Sun Blossoms.




A 13 de setembro JASSS ( que marcou presença com uma poderosa performance na oitava edição dos Jardins Efémeros)  apresentará o trabalho desenvolvido em residência de criação artística na ZDB em colaboração com o Matadero Madrid. O seu trabalho tem como foco a experimentação de som e de espaços, trabalhando em vários projectos, incluindo peças electroacústicas, concertos e performances audiovisuais. 

Nos dois dias que se seguem (14 e 15 de Setembro) a ZDB apresenta 2 dias com os Lean Left de Ken Vandermark, Terrie Ex, Andy Moor e Paal Nilssen-Love para dois dias de apresentações em formatos variáveis e  com a presença de vários músicos locais ainda por confirmar.


Ainda em setembro, tempo para a estreia nacional de Gunn-Truscinski Duo, o duo formado pelo guitarrista Steve Gunn e o baterista John Truscinski que nos traz o mais recente Bay Head (editado em 2017 pela Three Lobed Recordings). No dia 28 do mesmo mês escutar-se-á no Aquário Volume VI – The Sun Rises In Your Tummy & Other Christmas Illuminations, o novo álbum de Filipe Felizardo & The Things Previous a ser editado nesse mesmo dia cujo resultado nasce de uma residência iniciada no ano transacto, partindo de uma banda base formada por Filipe Felizardo e por Tiago Silva nas guitarras, Gabriel Ferrandini e Raphael Soares na percussão e André Gonçalves nos sintetizadores, com design de luz de António Júlio Duarte. O mês termina com a apresentação de Punk Academics o novo disco dos Cave Story.


Em Outubro, dia 5, os FIRE! de Mats Gustafsson, Johan Berthling e Andreas Werlin marcam a sua estreia na ZDB para apresentar o incrível The Hands, disco que figura a nossa lista dos melhores álbuns deste primeiro semestre. Dia 17 o produtor de techno Tzusing atua pela primeira vez em Portugal. O melhor da folk chega nos dias 24 com Meg Baird & Mary Lattimore (que interrompem a tour com Kurt Vile para esta actuação) e 26 com Olden Yolk, novo projecto de Shane Butler (Quilt) com Caity Shaffer. 




A estes nomes juntam-se os já anteriormente anunciados Ryley Walker (22 Novembro) e Kikagaku Moyo (3 de Dezembro).

0 comentários:

Enviar um comentário