quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Grand Sun editam esta sexta o álbum de estreia, The Plastic People of the Universe


Após lançarem em 2016 o single "Apolo" pela Xita Records, é no festival Indieota que os Grand Sun decidem começar a compor o seu primeiro registo. Já em 2017, no interlúdio dos concertos e ensaios, mostram-se no programa E2 (RTP2) em processo de composição do disco The Plastic People of the Universe, captado e produzido no Blacksheep Studios pelo Guilherme Gonçalves e pelo Bruno Plattier. 


E deste disco saem malhas que nos falam de personagens peculiares. Todos somos retratados, de certa forma. É um reflexo, claro, não só desses meses anteriores, mas também dessas amizades, dos desamores, da contemplação, dos concertos partilhados e da consequente boémia. O mantra colorido da "Flowers" a meio do disco une o seu inicio - "Go Home" e '"Little Mouse" são swings de fita magnética - e o seu final - "The Clown" e 'Round and Round" são passeios por esse mesmo jardim contemplativo, onde nada mais interessa senão observar e cantar o que os rodeia.

Dois anos volvidos e depois de uma temporada dividida entre a constante viagem e as atuações na Galeria Zé dos Bois, Musicbox, Sabotage ou LX Factory, os Grand Sun preparam-se para lançar este primeiro disco, reflexo de tudo que o que se passou entretanto. The Plastic People of the Universe chega às lojas esta sexta-feira (28 de Setembro).

0 comentários:

Enviar um comentário