quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Tapete Records a patrocinar o regresso das férias com três discos novos


A Tapete Records é uma editora independente formada no ano de 2002 em Hamburgo, Alemanha. Começou por editar apenas registos de bandas alemãs, alargando uns anos mais tarde a sua atividade ao mercado internacional. Conta no seu espólio com edições de Lloyd Cole, The Telescopes, The Monochrome Set, The Lilac Time, Robert Forster, Christian Kjellvander, entre outros, sendo responsável pelo lançamento de mais de 300 discos. 
Esta sexta-feira (7 de setembro) vêm mais três a caminho: álbum homónimo de Davey Woodward and The Winter Orphans, The Charcoal Pool de We Are Muffy e Sincerely, S. Love x de Simon Love.


Davey Woodward and The Winter Orphans - Davey Woodward and The Winter Orphans


Davey Woodward é conhecido como um compositor criativo com as suas bandas The Brilliant Corners e The Experimental Pop Band. Para alguns, é uma lenda pop indie mas para a maioria das pessoas ainda um estranho desconhecido. Com praticamente 4 décadas de trabalho na música alternativa, Davey Woodward continua com o mesmo entusiasmo e mentalidade única desde o seu primeiro dia enquanto músico.

Davey teve a ideia de produzir um álbum com músicos com quem nunca tinha trabalhado antes. Sabia que as músicas tinham de soar leves e fáceis, de certa maneira remetendo aos tempos em que artistas, como Bowie, iam para estúdio sem músicas acabadas, ou como alguém como Dylan que ia construindo a música à medida que era gravada. Não queria que, de forma nenhuma, as músicas soassem a trabalhadas e difíceis. The Winter Orphans nasceram assim.

Neste disco as músicas soam a pessoais, recordando-nos Courtney Barnett, The Velvets, The Band e Johnny Cash. Viajamos até a um tempo em que os álbuns eram uma coleção de músicas que nos transportavam para um outro lugar. Em que estaríamos emergidos no mundo de outra pessoa ao longo de meia hora, com as palavras e músicas a ecoar na nossa cabeça dias a fio. Esse é um momento especial que é cada vez mais difícil de se sentir na agitação habitual dos dias de hoje. Por isso é encontrar tempo, sentar, relaxar e ouvir este álbum de estreia de Davey Woodward.



We Are Muffy - The Charcoal Pool


Dum canto bastante remoto de Cornwall, Inglaterra, nascem os sons acústicos idiossincráticos de We Are Muffy, a aliança feliz de Nick Duffy (The Lilac Time, Bait) e Angeline Morrison (The Mighty Sceptres, The Ambassadors of Sorrow). We Are Muffy giram narrativas poéticas de passados da memória e imaginação. A sua folk combina harmonias vocais com instrumentações inesperadas (lira, caixas de música, talheres, tampas de garrafas, porcelana partida) com esperadas (auto-harpa, banjo, contrabaixo).

Tudo começou quando Nick pediu a Angeline para ser voz convidada no disco Simulacra Two Album (2016) - uma coleção de versões peculiares. Enquanto debatiam essas versões e músicas folk, rapidamente se aperceberam que vinham da mesma cidade - Birmingham. Nas cenas remanescentes do apogeu industrial desta cidade, eles começaram a criar músicas com as peculiaridades duma infância e juventude nessa cidade.

Gravado no estúdio-jardim de Nick – em tempos uma garagem suburbana, agora inacessível a veículos a motor devido à invasão de folhas - The Charcoal Pool está repleta com os sons do bairro. Corvos, robins e gaivotas, assim como a chuva nas clarabóias e os comboios que passam ali perto.



Simon Love - Sincerely, S. Love x


Sincerely, S. Love x é o segundo álbum a solo de Simon (o seu disco de estreia de 2015 It Seemed Like A Good Idea At The Time foi editado na brilhante e agora extinta editora Fortuna Pop) e apresenta, pelo menos, dez canções. Hits pop, com harmonias ELO, produção Spectoresque, cordas e trompetes, etc. Tudo gravado nos últimos dois anos em Londres, Inglaterra.

O amor está em abundância neste novo álbum de Simon: duas músicas para sua amada ("God Bless The Dick Who Let You Go", "I Fucking Love You"), uma para si ("The Ballad Of Simon Love") e uma para Joey Ramone ("Joey Ramone"). Uma música sobre o vilão dos Beach Boys que partilha seu apelido também não seria de estranhar. Outros tópicos abordados neste set: uma tatuagem desagradável ("Why’d You Get That Tattoo Girl?"), ténis ("Tennis Fan") e uma carta escrita por Stephen Timothy West, de 5 anos, para o apresentador de Blue Peter, John Noakes ("Stephen Timothy West").

0 comentários:

Enviar um comentário