sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Reportagem: Kevin Morby [Mercado Negro - Aveiro]


Mercado Negro, esse café junto à ria de Aveiro que transmite a maior paixão a qualquer pessoa que entre apenas para visitar. Um espaço alternativo, mas sempre com a pinta artística e muito retro, a trazer em estreia absoluta e única uma das maiores promessas da actualidade, Kevin Morby (The Babies, Woods) a solo, em formato duo (Justin Sullivan na bateria). 

A noite prometia casa cheia, e se quinta-feira é dia de ir para a Praça do Peixe, várias pessoas deslocaram-se para lotar o auditório do Mercado Negro e render-se ao guitarrista de camisa vermelha, num concerto com duração de cerca de hora e meia. Tímido e muito introspectivo, Kevin subiu ao palco juntamente com Justin e, sem falarem com o público, começaram a tocar. Depois de "The Dead They Don't Come Back" e com um "olá" tímido do cantor, o público começou a ganhar entusiasmo quando se iniciaram os primeiros acordes de "Sucker In The Void", música do álbum de estreia, Harlem River.


Entre aplausos e sorrisos de agrado, o duo estava a preparar o público para um cenário poderoso que teria seguimento com a gigante "Harlem River", que, à semelhança dos vídeos da tour, deliciou o pessoal no seu fim: um solo extremamente forte na Fender Jaguar e a bateria a explodir em comunhão. A felicidade presente no auditório fazia-se sentir pelos aplausos e manifestações que gritavam "wow", abafando alguns "És lindo" que iam sendo pronunciados na fila da frente.

Kevin pegou também em temas do seu novo álbum Still Life, de onde se destacou a recém-lançada "All Of My Life" e a primeira amostra do álbum, "Parade". Embora numa comunicação mais intra-pessoal e menos entusiasmada com o público, "Miles, Miles, Miles" começou a ouvir-se e o ambiente dentro do auditório tornou-se ainda mais amoroso, luminoso e emocionado. Ainda que sem as vozes de fundo, presentes no trabalho de estúdio, o single resultou muito bem, e o resultado ouvia-se nas mãos do público.


A décima música trazia uma guitarra bastante dedilhada e a transmitir muito amor entre o que se estava a ver, era "If You Leave And If You Marry" totalmente despida de preconceitos. Kevin anunciava o fim do concerto. O duo ia tocar apenas mais duas músicas tendo brindado o público com uma "penúltima" onde o som saía, na sua longa duração, apenas pela sua guitarra. A bateria não tinha voz ali. O público queria mais e a "Slow Train" como despedida não seria suficiente. De facto, não foi.

Num encerramento da tour europeia, Kevin e Justin voltaram a palco para tocarem ainda mais duas músicas. O compositor mostrou-se bastante entusiasmado na sua estreia em Portugal e acabou um pequeno concerto, num grande acontecimento. Embora em Aveiro sejam escassos os eventos musicais é de prezar os pequenos concertos que vão acontecendo. Kevin Morby foi enorme, e a organização que o trouxe, também. Vai deixar saudades.



Texto: Sónia Felizardo
Fotografia: Pedro Cardoso Pereira

0 comentários:

Enviar um comentário