quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Colin Stetson, Fennesz ou The Necks: eis o próximo trimestre do gnration



O gnration revelou hoje a programação musical do próximo trimestre do creative hub bracarense. Colin Stetson, Fennesz (na foto), The Necks, Falaises, Ricardo Dias Gomes, Black Bombaim e HHY & The Macumbas juntam-se ao já anunciado concerto da japonesa Eiko Ishibashi e ao programa do gnration open day para integrar o programa de música do trimestre abril-junho. Mas há mais.

Colin Stetson, saxofonista norte-americano cujo currículo conta colaborações com Tom Waits, Lou Reed, Laurie Anderson ou Bon Iver, passará pelo gnration na sua visita a Portugal, que conta ainda passagem por Lisboa e São Miguel (inserido no festival Tremor). All This I Do for Glory, quinto álbum de estúdio do multifacetado artista, editado em 2017, será apresentado em Braga a 7 de abril.



Em parceria com a BoCA – Biennial of Contemporary Arts, que na edição deste tem Braga como cidade convidada, o gnration receberá a exibição de The Congo Tribunal, filme do encenador suíço Milo Rau. O filme será exibido a 4 de abril. A 13 de abril, fruto também desta parceria, a coreógrafa e performer portuguesa Mariana Tengner Barros apresentará a performance intitulada Séance – mediação de mensagens. Ainda ao abrigo da bienal de arte contemporânea, a artista visual e compositora Diana Policarpo apresentará Total Eclipse, uma instalação sonora e performance audiovisual criada com base na partitura original e incompleta de Status Quo/Music of the Spheres, de Johanna Magdalena Beyer. A instalação estará patente para visita entre 13 abril e 15 de junho.

A 18 de abril, o gnration juntará na mesma noite dois expoentes máximos da música psicadélica produzida em Portugal. O power trio barcelence Black Bombaim e o ensemble portuenses HHY & The Macumbas, que editaram em 2018 o magnífico Beheaded Totem, encontram-se em Braga para uma noite de proporções titánicas.

A 27 de abril, o gnration volta a celebrar o seu aniversário com as portas abertas e um conjunto de atividades para todos os gostos. Com entrada livre, o gnration open day apresentará concertos de Ammar 808, Algobabez, Sensible Soccers, Graham Dunning, João Pais Filipe, Quadra, Escola do Rock  e ainda um dj-set com assinatura DJ K-Sets

A 8 de maio, o Binário, ciclo de performance audiovisual que mostra as mais entusiasmantes performances a que é possível assistir, receberá Falaises, projeto audiovisual que junta Alexis Langevin-Tétrault, Guillaume Côté e Dave Gagnon 8 de maio. 

O jazz lendário dos australianos The Necks dirige-se a Braga para uma imperdível atuação no gnration, dia 15 de maio. Formados em 1987, o trio composto por Chris Abrahams, Tony Buck e Lloyd Swanton dá a conhecer Body, o vigésimo disco de uma carreira dedicada aos campos mais libertários e vanguardistas da música jazz.   



Em concerto já anunciado, a compositora e multi-instrumentista japonesa Eiko Ishibashi, apadrinhada pelo mago Jim O'Rourke, levará a Braga um espetáculo focado nos trabalhos lançados ao longo dos últimos anos, dia 17 de maio. Na mesma noite, e agora como novidade, juntar-se-á o multi-instrumentista brasileiro Ricardo Dias Gomes, membro da banda de Caetano Veloso. O músico brasileiro apresentará o novo disco, Aa, que conta com a colaboração da lenda norte-americana Arto Lindsay

Em resposta ao aparecimento de um conjunto de jovens compositores nos últimos anos em Braga e como antecipação do seu futuro artístico, o gnration apresenta agora Radiografia, uma perspetiva sobre os novos compositores na cidade. Ancorados no vasto domínio da música contemporânea, os trabalhos dos diferentes autores apontam para diferentes coordenadas, da música operática à acusmática, e a diferentes tipologias de interpretação, de solos a ensembles de larga escala. João Carlos Pinto, Jorge Ramos, Pedro Lima e Sara Marita integram o primeiro volume de apresentações, dia 15 de junho.

O trimestre abril-junho encerrará com um concerto do compositor e guitarrista Fennesz. Em data única em Portugal, o austríaco apresentará o mais recente disco Agora, o primeiro longa-duração a solo e em nome próprio após cinco anos de ausência discográfica e o sétimo disco da sua carreira. O concerto acontece a 19 de junho. 



Já a pensar no trimestre seguinte, o gnration torna público alguns dos nomes que farão parte do programa de música. A juntar à já anunciada presença da saxofonista britânica Nubya Garcia, que estará em concerto no ciclo Julho é de Jazz a 12 de julho, surge agora o nome de Kevin Morby. Inserido no ciclo gnration@, o músico e compositor norte-americano apresenta-se a solo no no Museu D. Diogo de Sousa, dia 8 de julho, para apresentar os temas que integram Oh My God, o regresso de Morby às edições discográficas pela Dead Oceans.

0 comentários:

Enviar um comentário