quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Kevin Morby regressa a Portugal para duas datas


Kevin Morby é o terceiro concerto anunciado a acontecer fora de portas, inserido nas comemorações do 25º aniversário da Galeria Zé dos Bois. O músico anunciou hoje o seu novo álbum, Oh My God, que apresentará em Lisboa, dia 7 de julho, em local por anunciar, e em Braga, no dia seguinte, no Museu D. Diogo de Sousa (inserido no ciclo gnration@). Kevin Morby junta-se assim aos concertos previamente anunciados pela ZDB fora de portas: Colin Stetson na Igreja de St. George (8 de Abril) e Julia Holter no Capitólio (27 de Maio). 

O músico natural de Kansas City tornou-se num dos compositores mais singulares do cancioneiro norte-americano contemporâneo, envolvendo-nos na poesia densa das suas canções repletas de vida. É nesta constante harmonia que a música de Kevin Morby nos leva por paletas de cores bucólicas. Desde o seu início — após saída dos Woods — com Harlem River (2013), que Morby se tem estabelecido neste equilíbrio interminável de cenários vagarosos e serenos a uma só guitarra. Still Life (2014) e Singing Saw (2016) consolidaram Morby como multi-instrumentalista indispensável do universo folk, um compositor habilidoso que paira sobre o espectro de Bob Dylan, Lou Reed ou Leonard Cohen, mas que assenta numa invariável singularidade. Embora City Music (2017) esteja ligado à corrente e tenha entrado por caminhos urbanos, Morby escuta-o como uma pintura monocromática tingida de azul, os tons da cidade dentro de texturas eléctricas. A religião está em todo o lado, Oh My God (2019) é um disco sentado ao piano e Morby surge maestro espiritual, como alguém de existência secular que vai conduzindo coros gospel e orquestrações imponentes. Um aguardado regresso ao país que tanto adora.

Em baixo, fiquem com novo single acabadinho de sair.

0 comentários:

Enviar um comentário