quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Sarah Davachi e Eiko Ishibashi na agenda da Galeria Zé dos Bois



A Zé dos Bois anunciou a presença de mais dois nomes de peso para a programação dos próximos meses. São eles Sarah Davachi e Eiko Ishibashi

A primeira apresenta-se no aquário do Bairro Alto em março, dia 13. Com apenas seis anos de carreira, Sarah Davachi conta já nove edições de longa-duração pelos mais diversos selos, mas foi apenas em 2017 que o falatório à volta da música e compositora canadiana se instaurou globalmente. As cinco peças que compõem All My Circles Run, disco editado nesse ano, aproximaram o universo de Davachi a nomes tão conceituados como Pauline Oliveros ou Phil Niblock, valendo-lhe elogiosos comentários por parte dos meios especializados. Let Night Come on Bells End the Day, editado no ano transacto, valeu-lhe um merrecido sexto lugar na lista da Wire dos melhores lançamentos do ano, estabelecendo, assim, a sua posição como uma das figuras abençoadas da composição moderna. Um dia antes, a artista apresenta-se em Coimbra para uma performance no Salão Brazil.


Eiko Ishibashi foi capa da Wire volume do passado mês de dezembro, onde surge acompanhada pelo génio de Jim O'Rourke, que a apadrinhou com a gravação dos seus últimos discos. The Dream My Bones Dream, editado no final do ano passado pela conceituada Drag City, voltou a receber o dedo mágico de Jim O’Rourke e tornou-se num dos mais admiráveis discos do 2018. É com ele que Ishibashi forma também os Kafka's Ibiki, trio instrumental que integra também o japonês Tatsuhisa Yamamoto. O corpo de trabalho da japonesa inclui ainda colaborações com Merzbow, Oren Ambarchi ou Keiji Haino. Em maio, a compositora e multi-instrumentista junta-se ao percussionista australiano Joe Talia para duas datas a ter lugar na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, no dia 16, e em Braga, no dia seguinte, para uma performance no gnration.

0 comentários:

Enviar um comentário