quinta-feira, 21 de março de 2019

Fotogaleria: A Monumental Bergadela [Passos Manuel, Porto]


Teve lugar na passada quinta-feira — dia 14 de março — A Monumental Bergadela, um evento que contou com concertos dos Terebentina e dos Conferência Inferno, e ainda um DJ set de Placenta Futura. O certame teve lugar no Passos Manuel e por motivos de força maior, não há registo do DJ set de Placenta Futura da parte deste que vos escreve, por isso irei apenas falar-vos dos dois concertos da noite. 


A música começou só depois das 23h. Primeiro, no auditório do Passos, os Terebentina apresentaram o seu primeiro EP homónimo — lançado no início deste mês — um trabalho composto por cinco faixas de pura exploração libertária, uma manifestação criativa que materializa a angústia e a frustração num organismo vivo e impetuoso de enorme abrasividade, cruzando fúria punk com sopros embriagados de saxofone, eletrónicas efervescentes e uma lírica aguçada regurgitada em gritos rasgados. Houve ainda tempo para apresentar a faixa “Cabelo de Crude” tema que ainda não tem edição corpórea, sendo de momento apenas possível de experienciar ao vivo, durante as catarses sonoras que são os concertos dos Terebentina. 



Depois disso, por volta da meia-noite, teve início na cave do Passos o concerto dos Conferência Inferno. E durante cerca de uma hora e numa actuação em registo live, a dupla composta por Raul Mendiratta (uma das metades dos Motel 808) e Francisco Lima (AKA Jacketx) destilaram veneno e paixão em igual medida, por entre sinceras e evidentes homenagens aos Suicide. Esperamos por mais avanços dos Conferência Inferno, sendo que para já apenas conseguimos escutar uma demo do tema "Cetim". Porém, já prometido o lançamento do EP Bazar Esotérico via Coletivo Farra.


0 comentários:

Enviar um comentário