segunda-feira, 15 de abril de 2019

7 ao mês com Indypendientes


Para a edição do 7 ao mês de abril aproveitámos para conhecer melhor as influências musicais de Rafael de Arcos, o fundador da imparável promotora sediada na capital espanhola - Indypendientes. A movimentar o panorama underground de Madrid desde 2004 com o agenciamento de incontáveis nomes de renome da cena dark, além do mais recente festival Madrid es RuidoRafael de Arcos mostra-nos agora sete nomes que o influenciaram, não apenas como promotor, mas também como pessoa.

Aproveitem para conhecer um pouco mais sobre a identidade por trás do trabalho da Indypendientes, através das sete escolhas musicais do seu fundador.


THE HOUSE OF LOVE - Destroy The Heart (Creation Records 1988) 

Este é provavelmente o meu single de 7" favorito de todos os tempos. Vi-os ao vivo pela primeira vez na minha vida em 1992, num pequeno clube em Madrid com Catherine Wheel. Eu ainda tenho guardado o bilhete deste concerto.



MY BLOODY VALENTINE – Cigarette in Your Bed (Creation Records 1988) 

Lembro-me que quando comprei este single em CD, nos anos noventa. Ouvia-o compulsivamente durante horas e horas. Andava aos círculos no meu quarto. Para mim, as melhores músicas desta banda estão neste EP.




ADORABLE – Sunshine Smile (Creation Records 1992) 

Essa música é tão fixe, uma das melhores músicas dos anos 90, uma linda e poderosa música! Deveria ter ganho mais destaque quando foi lançada. Infelizmente, em 1994, o shoegaze já era uma coisa do passado. Comprei o CD nos anos 90 e guardo-o como um tesouro, é uma obra prima da primeira até à última música.



SLOWDIVE – Catch the Breeze (Creation Records 1991) 

Outro single que eu pude comprar nos anos 90. Lembro-me de desligar a luz no meu quarto e ouvir essa música uma e outra vez. A minha conexão com o universo 4AD.




COCTEAU TWINS – Ivo (4AD 1984)

É difícil escolher uma música dos Cocteau Twins. Esta música faz-me lembrar sempre de um velho amigo do qual eu já não sei nada há uns anos, circunstâncias da vida. Ótima música, ótimos momentos para mim. Realmente diverti-me nesta época nos pubs góticos em Madrid.



THE CURE – Push (Fiction Records 1985)

Uma música perfeita que tem todos os elementos do post-punk, dream pop e até shoegaze. Uma música muito importante que eu toquei muitas vezes há uns anos atrás em diferentes clubes em Madrid, quando eles tinham interesse em DJ's (risos).



THE JESUS AND MARY CHAIN - Everything it's alright when you're down (Blanco y Negro 1988) 

Este álbum é uma coleção de singles, B-sides e faixas raras. O disco foi lançado pelos selos Blanco y Negro / Warner Bros. Este álbum foi produzido pelo falecido John Loder. Esta compilação é, para mim, uma obra prima, pois integra os sons pós-Psychocandy e Darklands com demos incríveis. Outro álbum que ouvi e ouvi constantemente...


Se quiserem saber mais sobre a Indypendientes aproveitem para seguir o seu trabalho pelo Facebook ou através do seu website, onde podem consultar os seus próximos eventos.


---------------- ENGLISH VERSION ----------------



For the April edition of our "7 ao mês", we took a closer look at the musical influences of Rafael de Arcos, the founder of the unstoppable promoter based in the Spanish capital - Indypendientes. Moving the underground panorama of Madrid since 2004 - with the agency of countless renowned names from the dark scene, in addition to the most recent Madrid es Ruido festival -, Rafael de Arcos shows us seven names that influenced him not only as a promoter but also as a person. 

Enjoy getting to know a little bit more about the identity behind the work of Indypendientes, through the seven musical choices of its founder.

THE HOUSE OF LOVE - Destroy The Heart (Creation Records 1988) 

This is still probably my favorite 7" single ever, I saw them live for the first time in my life in 1992 at a small club in Madrid with Catherine Wheel. I still keep my ticket for this show. 



MY BLOODY VALENTINE – Cigarette in Your Bed (Creation Records 1988) 

I remember when I bought this single in CD in the nineties. I listened to it compulsively hours and hours. Walking in circles in my room. To me, the best songs from this band are in this EP.



ADORABLE – Sunshine Smile (Creation Records 1992) 

This song is so fucking cool, one of the best song of the '90s, Lovely powerful tune! Should've been big in its days. Sadly, by 1994 shoegaze was a thing of the past. I bought the CD in the '90s and I keep it as a treasure, it's a masterpiece from the first to the last song. 



SLOWDIVE – Catch the Breeze (Creation Records 1991) 

Another single that I bought in the '90s. I remember turning off the light in my room and listening to this song over and over again. My connection with the 4AD universe. 



COCTEAU TWINS – Ivo (4AD 1984)

It's difficult to select a song by Cocteau Twins, this song always reminds me of an old friend, who for years I knew nothing about, life circumstances... Great song, great moments for me. I really enjoyed myself at that time in the gothic pubs in Madrid.



THE CURE – Push (Fiction Records 1985)

A perfect song that has all the elements of post-punk, dream pop, even shoegaze. A very important song that I was playing for years in different clubs in Madrid, when they were interested in DJs (laughter). 



THE JESUS AND MARY CHAIN - Everything it's alright when you're down (Blanco y Negro 1988) 

This album is a collection of singles, B-sides & rare tracks. Released by Blanco y Negro / Warner Bros. This album was produced by the late/great John Loder. This compilation album is a masterpiece in my opinion since it integrates the post-Psychocandy and Darklands sound with incredible demos. Another album that I listened to over and over again. 



If you want to know more about Indypendientes make sure you follow them on Facebook, or on their website, where you can check all their events.

0 comentários:

Enviar um comentário