terça-feira, 28 de maio de 2019

Encerra desta forma o cartaz da 5ª edição do Festival A Porta


A 5ª edição do Festival A Porta volta a Leiria de 14 a 23 de junho com um programa de celebração. A cidade do Lis transforma-se num palco total multidisciplinar para todas as disciplinas artísticas e gerações de públicos. Para fechar o cartaz musical, o Festival A Porta dá a chave da Villa Portela, um mítico parque da cidade, à editora Omnichord Records. Há um festival dentro do Festival a Porta e chama-se Villa Omnichord. A 20 de junho, a tarde e noite é feita com Surma + Joana Guerra + João Hasselberg, Labaq, Whales, Jerónimo, Few Fingers, Obaa Sima e outros músicos da editora. Para fechar as contas de 10 dias de festival, há ainda João Pais Filipe, Solar Corona, Lost Lake, Me and My Brain, Clima e os dj sets de DJ Fitz, DJ CUT!S, Eduardo Morais, Peregrino e Themoteo Suspiro.

Além da música existem outras tantas atividades. Casa Plástica é a grande exposição colectiva de artes visuais do Festival A Porta, que ocupa o Antigo Edifício da EDP. “nada muda de forma como as nuvens, a não ser os rochedos”, tem a curadoria de João Pedro Fonseca e Lara Portela, é visitável de 14 a 23 de junho, e é acompanhada de um programa de performances, concertos, workshops e visitas guiadas. Como já vai sendo tradição, o Festival A Porta entra por casas privadas para uma série de Jantares Temáticos com direito a sobremesa musical. A 17 de junho, há um Barbecue à Americana e um Corridinho de Ramen. Já a 18 junho, outras duas casas se abrem para servir experiências sensoriais que cruzam comida e música: um Cambalacho de Caracóis e um Spicy Forrobodó. A lotação é limitada, a participação é sujeita a inscrição e cada jantar vale 20€. 1001 Portas cumpre o objetivo de tomar Leiria de ponta a ponta, e virá-la do avesso com dezenas de manifestações artísticas e ações sociais. Workshops de carpintaria ou barro, construções com portas, standup paddle, sessões de barbearia, aulas de skate, caminhadas com cães, instalações artísticas, poesia musicada e concertina e muito mais.

Anteriormente, o festival já tinha anunciado nomes como Manel Cruz, Jonathan Bree, Mdou Moctar, First Breath After Coma, Bruno Pernadas, JP Simões, K-X-P, Fado Bicha, Ricardo Martins: Silvar, Meneo ou April Marmara, entre muitos outros; bem como a programação da Portinha, 36 actividades familiares e oficinas criativas, que convidam miúdos e graúdos a fazer, aprender, ver e experimentar. A ocupação total de Leiria do Festival A Porta começa em 18 dias.

0 comentários:

Enviar um comentário