quarta-feira, 22 de maio de 2019

Serralves em Festa anuncia programa completo


Foi revelado, esta terça-feira, o certame que irá compor a 16ª edição do Serralves em Festa, que regressa ao Porto no próximo dia 31 de março para 50 horas de programação. Inserido nas comemorações dos 30 anos da Fundação e dos 20 anos de Museu, a próxima edição do "maior evento de cultura contemporânea em Portugal" volta a integrar um programa extenso e diversificado que vai da música às artes performativas, o teatro e as artes circenses, o cinema, o vídeo e a fotografia. Tudo com entrada gratuita.

Na programação musical, as atenções voltam a centrar-se no Prado, que este ano é encabeçado pela brasileira MC Carol. Nome fundamental da cena baile-funk carioca, a artista e ativista brasileira junta-se a um certame que conta ainda com os noruegueses Elephant 9, trio cuja fusão portentosa entre o jazz e rock recebeu edições pela respeitada editora norueguesa Rune Grammofon, a mesma casa que edita Mats Gustafsson, Colin Stetson ou Deathprod. A estes nomes juntam-se a reformada banda somali Dur Dur Band, as explorações artísticas do artista e performer Paul Soileau (a.k.a Christeene) e o holandês Niels Nieuborg, cujo álbum de estreia como Arp Frique conta com a participação de Americo Brito, Ed Motta e Orlando Julius.



Já no Ténis os destaques vão para a música eletrónica, com Clara! Y Maoupa (na foto) a abrir as hostes no arranque do evento. O projeto que junta Clara Sobrino a Maoupa Mazzocchetti promete aquecer o parque da Fundação Serralves com algumas das escolhas mais arrojadas da pista de dança, onde o raggaeton serve como fio condutor para um set sem escrúpulos ou tabus. Meneo é o primeiro 12’’ da dupla e recebeu o selo da Editions Gravats, de Low Jack (o mesmo que editou os vários volumes de Reggaetoneras, mixtapes de culto selecionadas a dedo pela produtora espanhola). A editora britânica The Death of Rave volta a ser bem representada com o regresso de Rian Treanor ao evento, desta feita para apresentar o excelente e mais recente longa-duração Ataxia, que marcou a estreia de Treanor pela Planet Mu. Gabor Lazar é mais um dos nomes que nos chega sob a cinta da editora britânica, cujo mais recente disco, Unfold, valeu ao produtor de origem húngara um muito meritório sétimo lugar no top de melhores do ano para a Fact Magazine.

Já no contingente nacional, a coisa está naturalmente bem servida - HHY & The Macumbas juntam-se a Adrian Sherwood (que atua a solo no Ténis umas horas depois ) para um concerto único, Black Bombaim reúnem-se novamente com o saxofonista lisboeta Pedro Sousa, Corona contam-nos as histórias de Santa Rita Lifestyle, Batida apresenta o novo espetáculo The Almost Perfect DJ, e Nídia volta a mostrar o porquê de ser um dos nomes mais internacionais da atual música de dança com carimbo português. Há ainda Mathilda, Ivy, Sereias, Filho da Mãe, Nu No e muitos, muitos mais. 

Conheçam a restante programação aqui.

0 comentários:

Enviar um comentário