quinta-feira, 13 de junho de 2019

Curl, Oren Ambarchi ou Vado Más Ki Ás nas Noites de Verão 2019



Atingindo uma década de edições, a Filho Único apresenta o ciclo de concertos ‘Noites de Verão’ 2019, uma co-produção com as Galerias Municipais/EGEAC e o Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado. Desde a sua incepção que o programa se destaca como uma alternativa à época festival, apostando sempre na promoção de músicos e espectáculos com coragem, integridade, inteligência e honestidade emocional.

Este ano o programa conta com a presença de Osvaldo Martins, português de origem cabo-verdiana conhecido por Vado Más Ki Ás, que inaugura as sessões no dia 5 de julho no Jardim dos Coruchéus, em Alvalade. A 12 de julho teremos  Mica Levi com o seu novo projeto Curl, que junta a música e compositora britânica ao cúmplice rapper e produtor Coby Sey (com quem colaborou na produção do mais recente álbum de Tirzah) e Brother May, aos quais se juntam artistas de diferentes áreas com soluções híbridas e adequadas à ocasião. Para o concerto de Lisboa fazem-se acompanhados por TONE e Rox. Ainda em julho, a 19, o coletivo portuense HHY & The Macumbas regressa à capital, ainda na promoção do excelente e mais recente álbum Beheaded Totem. A 26 estará Sho Madjozi, jovem rapper e poeta sul africana que conquistou a atenção do Norte global após o lançamento doo seu disco de estreia, Limpopo Champions League.


O programa de agosto inicia a 2, nos concertos acontecem no Jardim das Esculturas do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado com Raw Forest, um dos alter egos de Margarida Magalhães cuja origem remonta a 2011. O seu primeiro EP, Post-Scriptum, acaba de ser publicado na editora Labareda. Dia 9 há Maria Reis, que se prepara para lançar o novo disco Chove na Sala, Água nos Olhos, uma edição de autora que sucede ao EP Maria, lançado há dois verões na Cafetra, e a um percurso de sonho vivido enquanto metade das Pega Monstro. A 16 de agosto teremos o regresso do muito acarinhado Oren Ambarchi, que celebra 50 anos de Black Truffle, editora e canal único para a divulgação de música electrónica e experimental. Na bagagem traz Simian Angel, o mais recente trabalho do músico e compositor austríaco que será editado em julho via Editions Mego e que sucede o magnífico Hubris, de 2016. Para terminar em grande, a 23, o americano Peter Evans, residente em Lisboa desde o ano passado,  apresenta dois concertos em Lisboa e Porto, com a Orquestra Jazz de Matosinhos. Para a última Noite de Verão 2019, no entanto, o trompetista que já colaborou com John Zorn, Jim Black ou Matana Roberts atuará a solo, num palco que servirá as suas estruturas de improviso com origens no jazz.


0 comentários:

Enviar um comentário