Páginas

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Gross Net anuncia novo disco na casa Felte Records


Cinco anos se passaram desde a edição do primeiro EP de carreira de Gross Net, o atual projeto a solo do Philip Quinn (ex-Girls Names). Desde então até à data, Gross Net - que inicialmente contava com a participação de Christian Donaghey - passou a ser centrado exclusivamente em Philip Quinn, tendo lançado em 2015 o LP de estreia, Quantitive Easing e, um ano mais tarde, a compilação Outstanding Debt (2016). Agora, já com o material pronto para um novo longa-duração Gross Net assina contrato com a norte-americana Felte Records para lançar o seu segundo disco de estúdio: Gross Net Means Gross Net.

Num álbum com uma subliminar crítica política e social - onde o próprio nome do disco é baseado numa observação feita pela primeira-ministra britânica Theresa May "Brexit Means Brexit" -, Gross Net mostra a sua essência musical e onde a quer levar. Segundo a nota de imprensa "Abalado pelas convulsões políticas nos EUA e Reino Unido em 2016, a crise de refugiados e as consequências do capitalismo atual, Quinn minou os sentimentos internos de angústia mental e lentamente juntou o álbum começando com esboços que evoluiriam para composições cuidadosamente elaboradas". O primeiro tema de avanço, "Gentrification" pode agora escutar-se abaixo.


Gross Net Means Gross Net tem data de lançamento prevista para o próximo dia 30 de agosto pelo selo Felte Records. Podem fazer pre-order do disco aqui.

Gross Net Means Gross Net Tracklist:

01. Light Introduction (For Will) 
02. World of Confusion 
03. Shedding Skin 
04. Theresa May 
05. Gentrification 
06. Of Late Capitalism 
07. Dust to Dust 
08. Damascene Conversion 
09. The Indignity of Labour 
10. Social Nationalists

Sem comentários:

Enviar um comentário