terça-feira, 6 de agosto de 2019

Lolina, Gabber Modus Operandi, entre outros, na rentrée da ZDB


Já é conhecida a programação da rentrée da Galeria Zé dos Bois. De setembro a outubro, serão muitas as propostas que a sala lisboeta trará ao 49 do Bairro Alto, desde segredos bem guardados dos subúrbios britânicos à revolução gabber do Médio Oriente.

A juntar-se ao já anunciado regresso de Steve Gunn ao aquário, a 4 de setembro, estará a primeira edição do Ano 0, festival comunitário organizado pela Rádio Quântica que será repartido entre a sala lisboeta e a ADAO, no Barreiro. Puto Tito, Raw Forest, Opus Pistorium, Trypas-Coração, Odete e Yizhaq compõem o certame do evento que acontecerá dia 6 de setembro.

Lolina, projeto a solo da sempre enigmática Alina Astrova, é um dos grandes destaques desta nova vaga de confirmações. Das colaborações com o em tempos cúmplice Dean Blunt, com quem forjou essenciais obras da pop hipnagógica enquanto Hype Williams, às explorações pop enquanto Inga Copeland, a cantora e produtora russa cimentou um estatuto respeitável dentro da comunidade alternativa londrina, onde se encontra sediada. Who is Experimental Music? é o mais recente disco de Lolina e o mote para o concerto na ZDB, que contará com a presença de Polido na primeira parte. Dez dias depois, a 21, a noite suspension junta-se ao Queer Festival para um alinhamento que contará com a presença de Killian, Ketia, Francisco Aguiar e um back to back entre Miss Sheitana e Cherry B.


A 26 de setembro, o duo ugandês Otim Alpha, cuja obra mereceu reedição pela essencial Nyege Nyege Tapes, apresenta-se no aquário para uma noite com o português Van Ayres na primeira parte. O conceituado trompetista novaiorquino Peter Evans, que atuou na ZDB no passado mês de julho, regressa à sala quatro dias depois, a 30 de setembro, para completar mais um ciclo de workshops. 

Em outubro, dia 9, os Gabber Modus Operandi apresentam-se na ZDB para mais uma noite Bola de Cristal. HOXXXYA, o primeiro disco do duo pela editora chinesa SVBKVLT, chega dia 16 de agosto e promete uma expressão polirrítmica de sons que vão do metal ao happy hardcore, passando pelas propriedades acústicas do gamelão e da música tradicional indonésia. Borboleta Andorinha + DJ Fantasia completam o certame.

Antes, a ZDB confirmou concertos de Black Midi (25 de setembro), Nihvek (5 de novembro, na Igreja St. George), Weyes Blood (6 de novembro, no B.Leza) e Angel Olsen (24 de janiero, no Capitólio).



0 comentários:

Enviar um comentário