sábado, 26 de outubro de 2019

Festival CortaPega regressa em novembro com o lado mais vanguardista da eletrónica


A sexta edição do CortaPega - o microfestival que traz o melhor da música vanguardista e eclética à Galiza - regressa já no próximo mês a Santiago de Compostela. Agendado para 30 de novembro a primeira vaga de nomes revelada traz uma cara bastante portuguesa - Kara Konchar - e um foco na nova onda de artistas emergentes na comunidade autónoma espanhola prontos para arrebitar os melómanos destas andaças musicais. 

O Festival CortaPega é mais um dos esforços na promoção da cultura musical sob a alçada da  promotora galega Desconcierto Cultural e este ano traz uma novidade - acontecerá em vários espaços e não apenas numa sala, como tem acontecido nas últimas cinco edições. Num cartaz que promete compor-se de propostas variadas que desenham uma ideia global da música eletrónica conhecem-se agora os primeiros quatro nomes: Andrea Dawson feat. Mumbai Moon, Aparato, Kara Konchar e Lagoon.



Andrea Dawson feat. Mumbai Moon

Depois de acabar com o seu projeto anterior, Andrea Dawson encontrou o caminho para expressar as suas preocupações como artista. O resultado dessa nova personalidade é o EP Payback (self-released). Acompanhada na produção e ao vivo por Mumbai Moon, Andrea move-se entre a eletrónica experimental, as tendências atuais da música urbana, pop e jazz.




Aparato

A música de Aparato tem classe suficiente para que nos sentemos no mítico Studio 54 e nos clubes mais sombrios de Bristol. Música visceral e alma eletrónica com a voz poderosa de María Caramés, que também trata do theremin para as faixas mais atmosféricas. Este dispositivo está programado para dançar na estratosfera.





Kara Konchar

O novo projeto musical de Miguel Béco (ex-ATILA) Kara Konchar apresenta na Galiza a sua música física e, ao mesmo tempo, atmosférica que reúne influências enraizadas na cena rave, que vão desde os ritmos do baixo britânico até a dureza do EBM. Dungeon Rave, o seu primeiro longa-duração é o segundo lançamento do catálogo Capital Decay, homenageia os bastardos da mitologia, hereges contemporâneos e todos aqueles fascinados pela morte e decadência.





Lagoon

Intensa e sem preconceitos, assim se apresenta a música dos galegos Lagoon, parte do coletivo Several Roots, que inclui bandas como Axteroiz ou Promising / Youngster. Até o momento, eles publicaram apenas o EP Cattle, um exercício de contrastes eletrónicos que tem remixes de Joan Gamboa e Synth Alien e que os levou a festivais como o Observatory.


Ainda não são conhecidos os preços das entradas para o festival mas todas as informações adicionais podem encontrar-se aqui.

0 comentários:

Enviar um comentário