quinta-feira, 14 de novembro de 2019

X-Wife nos Maus Hábitos - a alquimia de 15 anos a “alimentar a máquina”


Os X-Wife regressaram, no dia 7 de novembro, à “casa-mãe” para celebrarem 15 anos de Feeding the Machine, a primeira grande “peugada musical” da banda no panorama discográfico do início deste século, apesar de terem gravado em 2003 o EP Rockin' Rio e o single “Fall”, cujos temas viriam a fazer parte do álbum de estreia (2004).

A banda portuense criada em 2002 por João Vieira (guitarra e voz), Fernando Sousa (baixo) e Rui Maia (caixa de ritmos e sintetizadores) foi desde logo rotulada com uma sonoridade indie rock e pós-punk. Ao longo destes 17 anos editaram vários trabalhos como colectivo, mas abraçaram também outros projectos: João Vieira e Rui Maia, White Haus e Mirror People, respetivamente, e Fernando Sousa juntou-se aos Best Youth, There Must Be a Place e PZ.

A vontade de revisitarem e relembrarem o início da banda levou-os a juntarem-se em palco em vários locais do país, para uma simbólica tour de comemoração do Feeding the Machine.  No Porto, a segunda cidade por onde passaram, a noite foi entre “amigos”. Um retorno às origens e ao calor humano de todos os que ali se juntaram para participar na festa do regresso do “bom filho que à casa torna”.


Foi neste ambiente informal que João Vieira, Fernando Sousa e Rui Maia, entraram em palco, fazendo questão de utilizarem os instrumentos originais, para revisitarem os 11 temas do seu primeiro álbum: "New Old City", "Eno", "Fall", "Second Best", "Action Plan", "Clinic", "The Sound Of You", "Rockin' Rio", "Outside", "We Are" e "Taking Control". As pausas, entre músicas, pautaram-se por uma interação muito próxima com o público, o que intensificou a envolvência “familiar”, que nunca comprometeu, bem pelo contrário, a sua excelente e contagiante atuação.

A noite passou num ápice, mesmo que brindada com um encore. No final, o público deixava transparecer a enorme satisfação deste reencontro, que lhes proporcionou reviver e recordar, ao vivo, músicas tocadas com entrega, vigor e energia.

Parabéns X-Wife pela noite que nos proporcionaram, por nos fazerem recuar no tempo, sem nostalgia, mas sim com a vontade do vos ver juntos mais vezes!

Texto: Armandina Heleno

0 comentários:

Enviar um comentário