segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

A 6ª edição do festival itinerante UM AO MOLHE está quase a começar


Ponta Delgada, Ponte de Lima, Funchal, Guarda, Viseu, Lisboa, Ilha (Pombal), Portalegre, Montemor-O-Novo, S. Luís (Odemira) e Aveiro são as localidades na rota da edição de 2020 do festival itinerante de músicos solitários UM AO MOLHE, que percorrerá o país entre 1 de fevereiro e 8 de março.

O objectivo principal continua a ser promover uma amostra do que de mais original se tem feito ao nível de bandas de um só em Portugal e ajudar a criar um circuito para o crescente número de músicos emergentes. Mas o UM AO MOLHE, na sua 6ª edição, tornou-se hoje também num festival com um manifesto ideológico que descentraliza, trabalha em rede (para torná-la mais forte), cria encontros nos meses mais frios e trabalha horizontalmente com projectos e expressões musicais emergentes.

Para além de 31 concertos de 16 artistas diferentes, a edição deste ano vai contar também com várias conversas informais sobre "Direitos e Deveres dos Autores".

Os elenco deste ano conta com várias estreias e será composto por: Acid AcidAna DeusAntónio CovaCalcutáCarincurEmanuel PaqueteFlorJoana GuerraLorr NoLúcido In The SkyMr. GalliniO ManipuladorRandom GodsRapaz ImprovisadoRaphael Soares Violeta Azevedo.

0 comentários:

Enviar um comentário