sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

slowthai em Paredes de Coura


O rapper slowthai apresenta letras cruas e emocionalmente directas que desmascaram as lutas e preocupações da juventude britânica. O seu discurso ruidoso e performance hiperactiva são igualmente influenciados pelo grime e punk rock, enquanto as suas letras duras e destemidas transbordam de compaixão e criticismo à sociedade actual. 

Natural de Northampton, Tryon Frampton ganhou o apelido slowthai devido ao seu discurso lento e arrastado. O rapper britânico cresceu a ouvir vários estilos musicais desde o indie ao garage e jungle até que, ainda na sua adolescência, descobriu a sua paixão pelo rap freestyle.  O tema “Jiggle” (2016) causou algum burburinho em redor do seu nome, mas foi com o single “T N Biscuits” e a estreia do EP RUNT (2018) que conseguiu conquistar a imprensa especializada. Em Maio de 2019, surgiu Nothing Great About Britain, uma carta aberta ao estado actual da economia e sociedade britânica. Coberto de ironia e humor, faz-nos reflectir sobre a situação de Inglaterra na era do Brexit e particularmente sobre todos os problemas enfrentados desde a pobreza e dependência de drogas até à diferença salarial. Para o primeiro disco, slowthai contou também com a colaboração de Skepta e Mura Masa.
slowthai junta-se aos já confirmados PixiesParquet CourtsWoodsBlack Country, New RoadIDLESThe Comet Is Coming(Sandy) Alex GMac DeMarcoTommy CashSquid, Ty Segall & Freedom BandYellow DaysDaughterFloating Points (Live)BADBADNOTGOODBoy HarsherPinegroveViagra BoysL'ImpératriceBeabadoobeeNu Guinea (Live band) 박혜진Park Hye Jin para mais uma edição do Vodafone Paredes de Coura que está de regresso à Praia Fluvial do Taboão de 19 a 22 de Agosto.

Os passes gerais podem ser adquiridos na App oficial do festival, bol.pt, Eventbrite, See Tickets locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés,...) pelo preço de 110€. Está também disponível a compra do passe geral para o festival através do site da Via Verde, este inclui também estacionamento gratuito, 25% desconto na portagem e ainda 8€ em combustível.

0 comentários:

Publicar um comentário