quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Human Impact junta membros de Swans, Unsane e Cop Shoot Cop. Álbum de estreia em março

© Jammi York
Os Human Impact são um novo supergrupo que se formou no ano passado em Nova Iorque e junta  membros de bandas lendárias dos movimentos hardcore, industrial e noise rock. Chris Spencer apresenta-se na voz e guitarra (Unsane, UXO), Jim Coleman na eletrónica (Cop Shoot Cop), Chris Pravdica no baixo (Swans, Xiu Xiu) e Phil Puleo na bateria (Cop Shoot Cop/Swans).

É com o selo da Ipecac que chega a 13 de março o álbum de estreia homónimo dos Human Impact, onde a banda se insurge contra as instituições que desmoronam sob o peso da arrogância política, a deterioração do meio ambiente, os relacionamentos interpessoais que são cada vez mais divisivos. Mesmo com esta visão descrente face ao que os rodeia, os Human Impact pretendem deixar uma mensagem positiva de que a amizade perdura face à tragédia e ao trauma.

O resultado deste álbum é uma destilação potente e fervilhada desse ethos sónico, que pode ser resumida como uma imundície pós-industrial cinematográfica. Apoiados pela afinação da guitarra, agitação industrial e transmissões vocais irritantemente cativantes, as dez faixas que o constituem fluem entre intensa insurgência instrumental e harmonias hipnóticas.

Em dezembro a banda apresentou a primeira amostra de Human Impact com o tema "November" e mais recente lançou um vídeo, realizado por Samuel Mitchell, para o segundo single "E605", o qual podem ver em baixo.


Human Impact foi produzido por Coleman e Spencer com a gravação a ser feita no BC Studios pelo veterano Martin Bisi (Sonic Youth, John Zorn, Bootsy Collins). Gravações adicionais foram feitas na Hoboken Recorders com a mixagem concluída por Alan Camlet. A pré-order do disco pode ser feita aqui



Human Impact track list:
1. November
2. E605
3. Protestor
4. Portrait
5. Respirator
6. Cause
7. Consequences
8. Relax
9. Unstable
10. This Dead Sea

0 comentários:

Publicar um comentário