segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

RUC sopra as 34 velas ao som de Conferência Inferno, Hangloser e Kara Konchar


A Rádio Universidade de Coimbra (RUC) vai celebrar a 1 de março os seus 34 anos de existência, uma vida dedicada à cultura da cidade de Coimbra e à cultura nacional. A celebração vai decorrer no dia 7 de março, no Teatro Académico Gil Vicente (TAGV) e tem no seu menu três projetos nacionais que deram cartas em 2019, Conferência Inferno, Hangloser e Kara Konchar, os quais fazem parte de duas produtoras independentes no panorama nacional: o Coletivo FARRA, no Porto, e a CAPITAL DECAY, em Lisboa.

Os Conferência Inferno serão o primeiro ato da noite. O duo do Porto formado por Raul Mendiratta e Francisco Lima traz consigo o EP de estreia, Bazar Esotérico (Coletivo FARRA), ideal para os amantes de sonoridades sintéticas influenciadas pelo krautrock e darkwave, dotadas de uma sensibilidade pop, como é exemplo o tema "Cetim".


A noite prosseguirá ao som de Hangloser, alter ego de José Quintino. O produtor editou em janeiro de 2019 o trabalho inaugural da lisboeta Capital Decay, Proposition 1231 (esgotado no Bandcamp), e apresenta-se por entre ritmos gritantes e modulações sonoras agressivas, num concerto que promete dissolver a fronteira entre o som e imagem.


O ato final da noite é da responsabilidade de Kara Konchar, projeto de Miguel Béco de Almeida, artista que há quatros anos atrás passou pelo palco RUC sob a identidade de ATILA. Kara Konchar regressa a Coimbra após uma Instrumental Violence curada pela Capital Decay no ODD, em dezembro de 2019, e traz consigo o disco de estreia Dungeon Rave. Aguarda-nos uma viagem hipnótica, onde as texturas sonoras mais negras da eletrónica coabitam com a música de dança.


Recapitulando, dia 7 de março (sábado), a partir das 21h30, a cortina de ferro do TAGV é fechada para transformar o palco numa blackbox improvisada. O espetáculo tem lotação limitada a 200 pessoas. Os bilhetes podem ser adquiridos na secretaria da RUC (2º. Piso da Associação Académica de Coimbra) ou na bilheteira do TAGV.

0 comentários:

Publicar um comentário