segunda-feira, 9 de março de 2020

Clarice Falcão, Phill Veras e JFDR para ver em Espinho até junho



O Auditório de Espinho anunciou hoje a programação completa do trimestre abril-junho. Depois de esgotar seis dos nove concertos já decorridos entre janeiro e março, o Auditório arranca o mês de abril em força com uma colaboração inédita, uma estreia nacional absoluta e o revisitar de um clássico de Miles Davis. 

No dia 4, Chano Dominguez e Hamilton de Holanda trazem uma fusão vibrante entre o flamenco e a cancão popular brasileira. A 17 de abril, os Três Tristes Tigres apresentam pela primeira vez em concerto Mínima Luz, o primeiro álbum da dupla composta por Ana Deus e Alexandre Soares em mais de duas décadas. O mês termina com duas datas, 25 e 26 de Abril, com Guy Barker, William Goodchild, a Orquestra de Jazz de Espinho e a Orquestra Clássica de Espinho. O colectivo junta-se para celebrar um dos eternos nomes do jazz mundial: Miles Davis e o o eterno Kind of Blue, que chegam ao Auditório em formato sinfónico.   

O mês de maio inicia com o já anunciado concerto do brasileiro Phill Veras, dia 9, que traz ao palco o seu mais recente álbum Alma, de 2018. Já o quarteto de Ricardo Toscano prepara-se para homenagear o histórico A Love Supreme, obra quintissencial de John Coltrane editada em 1965. Depois, Lena d'Água concretiza o desafio de colaborar com o Projecto Benjamim, um ensemble constituído por 50 alunos da Escola Profissional de Música de Espinho (EPME). A autora de Desalmadamente apresenta-se em Espinho para duas datas, dias 22 e 23 de abril. O último fim-de-semana do mês tem reservado o concerto da Orquestra Clássica de Espinho com alguns Jovens Solistas da EPME, previamente seleccionados em concurso para o efeito, e ainda JFDR (na foto), projeto a solo da cantora Jófríður Ákadóttir, membro de grupos como Samaris, Gangly e Pascal Pinon e uma das mais promissoras vozes do berço abençoado da Islândia (Ákadóttir chegou mesmo a ser elogiada por Björk).

A 5 de junho, Django Bates & Orquestra de Jazz de Espinho juntam-se ao saxofonista Julian Argüelles para apresentar um repertório dedicado à música da banda Loose Tubes. Por fim, a 7, a cantora-compositora brasileira Clarice Falcão, também conhecida pelo seu papel no famoso canal Porta dos Fundos, traz a Espinho o mais recente álbum Tem Conserto, de 2019.  

A bilheteira para todos os concerto entre Abril e Junho do Auditório de Espinho | Academia está aberta a partir de amanhã.


0 comentários:

Publicar um comentário