domingo, 22 de março de 2020

STREAM: Wind Atlas - Arche​-​Fossil


Ao quarto disco de estúdio os Wind Atlas transcendem os limites da sua própria música, incluindo na sua eletrónica experimental um conjunto de elementos que vão desde o post-industrial, à música ambient e mediterrânea popular e que, em Arche-Fossil, se fundem para originar um álbum tão híbrido quanto intenso. Num exercício de exploração entre os elementos do sound design, cenários "impróprios" e os tons e contrastes da voz de Andrea P. Latorre, os Wind Atlas apresentam um disco onde é notória uma vontade ampla de experimentação. Desde o recorte de sons à implementação de efeitos e construção de uma galeria de texturas muito própria, os Wind Atlas tecem um disco absolutamente profundo e envolvente, que viaja essencialmente ao redor de paisagens calmas.

Deste Arche-Fossil - que chega às prateleiras dois anos após a edição de An Edible Body (2018) - já tinham anteriormente sido apresentados os temas "Hunger" - uma malha de ethereal-wave pintada entre a digitalização e samples do tema "Optimate" dos M.E.S.H. - e ainda "Dos Ojos", um convite sinistro, envolto em ondas sonoras de suspense e uma aura celestial. Além das mencionadas faixas, forte destaque para temas como "Esta Despedida" - onde os Wind Atlas nos prostram perante ritmos tribais e uma veia do leste - e ainda o tema "Nada", a fazer lembrar um ritual satânico com muito ruído e um cenário apocalíptico por trás. Arche-Fossil é sem dúvida um trabalho que faz os Wind Atlas renascerem, numa eletrónica que, além de experimental é também extremamente vanguardista. Aproveitem para reproduzir o disco na íntegra abaixo.

Arche-Fossil foi editado a 20 de março em formato vinil e digital pelo selo Cønjuntø Vacíø. Podem comprar a vossa cópia aqui.


0 comentários:

Publicar um comentário