sexta-feira, 24 de abril de 2020

STREAM: The Love Coffin - Second Skin

the-love-coffin-danish-band-second-skin-album-stream-third-coming-records-bad-afro-records

A fazer efervescer o cenário da música rock dinamarquesa nos últimos anos, os The Love Coffin regressam agora às edições com um disco tenro em reverberação e caracterizado por uma atitude marcante. Second Skin é o nome que identifica o segundo registo longa-duração do ensemble e que chega esta sexta-feira às prateleiras depois de cinco anos focados a agitar o panorama da cena rock underground pela Europa, num percurso iniciado com a edição do EP de estreia Veranda (2015). Depois seguiu-se Buffalo Thunder (2016), a emancipá-los entre o cenário dinamarquês e, posteriormente, Cloudlands (2018), a integrar elementos não só descontraídos, mas igualmente emotivos. Agora com este novo Second Skin os The Love Coffin tornam-se mais nostálgicos, oferecendo ao ouvinte um cocktail tingindo entre o arrojo do rock e os traços emotivos das vibrações voláteis.

Deste novo Second Skin já tinham sido anteriormente apresentados os temas "Nothing At All" - uma canção fortemente inspirada pelos traços calorosos de verão: onde ganham destaque os riffs de guitarra de estética sonhadora, batidas vigorosas e altamente cativantes e o revivalismo clássico entre o som do violino altamente esmagador - e "Mortalized" - malha progressiva entre os espectros do rock psicadélico de acordes carinhosos. Além dos referidos temas forte destaque para "A Shrinking Thing", a sétima canção do alinhamento que se foca na exploração de uma nova abordagem clássica, onde o piano e os sintetizadores dão aos mãos para criarem uma narrativa altamente envolvente. Num registo mais dinâmico surpreendem também temas como "Fall", "Seasick" e o tema de encerramento "Heaven Sent". Second Skin pode agora ouvir-se na íntegra abaixo.

Second Skin é editado esta sexta-feira (24 de abril) em formato digital e vinil numa co-edição entre os selos Third Coming Records e Bad Afro Records. Podem comprar a vossa cópia física aqui (Third Coming Records) ou aqui (Bad Afro Records).


0 comentários:

Publicar um comentário