quarta-feira, 13 de maio de 2020

MAAT celebra Dia Internacional dos Museus com programa dedicado à Nyege Nyege Tapes

© Thomas Lewton

Nyege Nyege: Uma Nova Esperança é o título do programa que o MAAT preparou para dia 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, e o primeiro capítulo do novo programa de música e som do museu, Terra Irada, com curadoria de Pedro Gomes e que se irá desenvolver ao longo dos próximos meses sob a temática “diversidade e inclusão”.    

Fundada pelos europeus Arlen Dilsizian e Derek Debru em Kampala, no Uganda, a Nyege Nyege tem sido "um bastião de ideias e de iniciativas construtivas e positivas para a era pós-colonial". O Nyege Nyege Festival, evento anual que realizam desde 2015 na cidade de Jinja, assim como as duas editoras discográficas – a Nyege Nyege Tapes e a sucursal Hakuna Kulala – têm servido como "canais viáveis a partir dos quais culturas insulares e com pouca exposição podem apresentar-se".  

Nesta colaboração inédita com o MAAT, o programa transmite seis emissões diferentes a partir de seis localizações no mundo — África do Sul, Mali, Tanzânia, Santa Lúcia nas Caraíbas, Ilha da Reunião e Uganda – que acolhem as performances de Menzi com os dançarinos Tshipo e Amabhotela, DJ Diaki, Jay Mitta com MC Anti Vairus, DJ Chengz, Jako Maron e o português HHY, ou seja Jonathan Saldanha, que comandará um espetáculo com o The Kamapala Unit (editam novo disco pela Nyege Nyege Tapes no início de Junho). 

A programação, que pode ser consultada no site do MAAT, inclui ainda uma conversa moderada por Shannen SP entre Pedro Gomes e os fundadores do coletivo.


0 comentários:

Publicar um comentário