sexta-feira, 1 de maio de 2020

Morreu Tony Allen, lenda do afrobeat



Morreu Tony Allen, lenda do afrobeat e órgão pulsante do grupo África 70, de Fela Kuti. A notícia foi avançada esta sexta-feira pelo site de notícias Sahara Reporters. A causa da morte ainda não é conhecida, mas o empresário do do mítico baterista nigeriano, Eric Trosset, afirmou que o óbito não tem qualquer relação com o novo coronavírus. Tinha 79 anos e morreu em Paris, França, onde habitava desde a década de 80.

Foi um dos mais influentes bateristas da cultura popular e esteve na génese do afrobeat, estilo cunhado por Kuti que funde a percussão tradicional iorubá com os ritmos do jazz, do funk e dos princípios da música highlife. Autodidata, começou a tocar bateria aos 18 anos, influenciado pelas palpitações jazz de Max Roach, Art Blakey e Kofi Ghanaba

Na década de 60, conhece o conterrâneo e mítico multi-instrumentista Fela Kuti, que acompanhou na banda de jazz Koola Lobitos, primeiro, e depois nos Africa '70, onde foi baterista e diretor musical até 1979, ano em que se separa do grupo. O peso de Tony Allen na banda era tal que Kuti chegou mesmo a dizer que, sem a sua bateria, o afrobeat não teria existido.

Dos anos sem Kuti conta-se uma muito influente carreira a solo e um sem fim de colaborações – trabalhou com Jimi Tenor, Manu Dibango, Moritz Von Oswald, Jeff Mills, Charlotte Gainsbourg, Flea ou Damon Albarn, com quem formou os The Good, the Bad & the Queen. Rejoice, o seu último disco, saiu no passado mês de fevereiro e juntou-o ao falecido trompetista sul-africano Hugh Masekela.

A última passagem de Tony Allen por Portugal aconteceu na Casa da Música, no Porto, em julho de 2019. O baterista atuou ao lado do dj e produtor americano Jeff Mills, com quem editou Tomorrow Comes The Harvest em 2018. O regresso ao país estava originalmente marcado para o mês de maio, dia 26, no Teatro da Trindade, e em setembro regressaria ao Lisb-On Jardim Sonoro, onde atuou pela última vez em 2017, para mais uma atuação ao lado de Jeff Mills. 




0 comentários:

Publicar um comentário