sexta-feira, 31 de julho de 2020

Martin Newell, líder dos Cleaners From Venus, é o tema de um novo documentário



Martin Newell, líder da banda de culto The Cleaners From Venus, é o tema de um novo documentário que pretende levar o legado do britânico ao grande ecrã. The Jangling Man é uma co-produção entre a editora americana Captured Tracks, o produtor Jim Larson e o realizador James Sharp e contém entrevistas a vários agentes criativos e admiradores do músico de Essex, dos americanos Mac DeMarco e Zachary Cole Smith (DIIV) aos conterrâneos Dave Gregory (XTC) e Ian Mcnay (Cherry Records).  

Nascido a 4 de março de 1953, Martin Newell é cantor, compositor, poeta e autor de várias obras literárias. Em 1980, juntamente com o baterista Lawrence ‘Lol’ Elliot, fundou os incontornáveis The Cleaners From Venus, grupo que esteve no cruzamento entre o post-punk e as tendências pop da época. As gravações de baixa fidelidade e o elevado número de edições (são mais de 100 trabalhos ao todo) fizeram do grupo uma referência do movimento DIY e da cultura cassete. R. Stevie Moore, também ele uma lenda da música lo-fi, explica em entrevista que “Martin Newell é um Deus”.   

Na década de 90, Newell foca-se primariamente na sua carreira a solo, que já incluía vários trabalhos em nome próprio, e em 1993 edita o seu maior sucesso comercial até à data, The Greatest Living Englishman, produzido por Andy Partridge dos iconoclastas pop XTC. As suas músicas foram interpretadas por grupos como MGMT, The Damned e Alphavillhe e do extenso leque de colaborações de Newell contam-se nomes como Captain Sensible, Miki Huber ou a russa Kedr Livanskiy.  

The Jangling Man encontra-se neste momento a ser financiando através de uma campanha na plataforma Kickstarter, e os benefícios vão de cópias e merchandising dos Cleaners From Venus a uma versão estendida do filme. Para além disso, a Captured Tracks anunciou que irá reeditar o álbum The Off-White Album, de 1995, em vinil.  

O primeiro trailer de The Jangling Man já pode ser conferido em baixo. 


0 comentários:

Publicar um comentário