sábado, 5 de setembro de 2020

A Federal Prisoner já esgotou todas as edições de 'Reigning Cement'


Foi editado esta sexta-feira o novo projeto audiovisual de Jesse Draxler (co-gestor do selo Federal Prisoner) e todas as edições em formato físico já se encontram esgotadas. É um caso de sucesso em tempos pandémicos num projeto colaborativo que integra uma soundtrack com nomes de relevo máximo na cena industrial, noise e dark underground. Intitulado Reigning Cement o projeto ganhou inspiração num trabalho no qual Draxler participou há alguns anos, no qual um grupo de artistas de colagem recebeu um mesmo pacote de recursos visuais com os quais teve de criar uma peça artística. De forma semelhante, Draxler forneceu a cada músico de Reigning Cement 34 elementos sonoros - todos gravados num ambiente industrial barulhento do lado de fora do seu estúdio nos arredores de Los Angeles - e pediu-lhes que se limitassem a criar uma música a partir desses elementos, com a única permissão adicional de adicionarem voz, caso desejassem.

O objetivo era criar uma história circundante ao ambiente habitacional de Jesse Draxler que, além do trabalho sonoro, seria acompanhada por um registo fotográfico da zona onde os elementos sonoros de base foram gravados. O efeito global regista o efeito de caos urbano e decadência, num projeto que funciona como uma espécie de antítese ao criar um trabalho belo das cinzas de algo não considerado esteticamente apelativo. Para a conceção do projeto Jesse convidou 22 artistas, onde se encontram nomes de luxo como Chelsea Wolfe & Ben Chisholm, Greg Puciato, O FutureTrentemøller, TR/ST, Uniform e Vowws, entre outros.  O trabalho fotográfico retratado por Draxler já não pode ser adquirido, mas a soundtrack de Reigning Cement pode absorver-se na íntegra abaixo.

Reigning Cement foi editado oficialmente esta sexta-feira (4 de setembro) em três edições limitadas a 700 cópias, pela chancela Federal Prisoner. Encontra-se apenas disponível para compra a edição digital da soundtrack, que pode ser adquirida aqui.


0 comentários:

Publicar um comentário