quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Quinta edição do Peles – International Drum Fest decorre de 1 a 4 de outubro

O Peles – International Drum Fest é neste momento um dos festivais temáticos mais emblemáticos do país e considerado ao nível europeu um dos mais promissores do género. Foca-se em projetos que se distinguem essencialmente pelo cruzamento de linguagens musicais percutivas.

Nesta quinta edição foram convidados projetos nacionais de relevo, da área da percussão, sempre com o intuito de incluir novos projetos com expressões artísticas diferentes que garantam uma maior diversidade e dinâmica, contando assim com bandas experientes e de qualidade reconhecida. Para tal, a sua programação foi desenhada para trazer ao público um conjunto de quatro concertos, que se realizam de 1 a 4 de outubro em Vila Nova de Famalicão e Guimarães. Concertos estes que se caraterizam pela capacidade de aglutinar nesta edição o que de melhor se tem feito em Portugal na área da percussão.

A situação pandémica que assola o país não foi esquecida e, com um objetivo social, o festival cria este ano um concerto que vai permitir que uma grande parte dos solistas portugueses possam passar pelo Festival. Ronda dos Mafarricos é um concerto com a duração de oito horas, que será transmitido em streaming e vai acolher 16 dos mais conceituados percussionistas portugueses, em que cada um irá dispor de cerca de 30 minutos de performance a solo.

Considerando a evolução da pandemia por COVID-19, a direção artística do Peles e a direção da CAISA, optaram pela realização desta edição totalmente em streaming, na página do facebook do Peles e do Comunidade Cultura e Arte, o que permite a realização do Festival, mantendo todas as regras de segurança e cumprindo as normas estabelecidas pela DGS.



A programação completa e a informação sobre os projetos convidados pode ser consultada em baixo.

1 de Outubro -  Atlantic Percussion Group

Atlantic Percussion Group é um projecto interativo, onde o cruzamento das várias linguagens percutivas é uma constante, fazendo com que as suas produções nos transportem em viagens sonoras pelo imaginário humano. Exibem assim, um novo mundo que respira e está repleto de cores, sons e sensações que ecoam por toda a matéria.
José Afonso Sousa e Tomás Rosa convidam Ricardo Coelho e Zé Stark e apresentam-se como quarteto. O seu elo unificador transparece num enriquecedor diálogo musical que engloba a tentativa de reprodução do arquétipo dos mundos do clássico, do jazz e da música do mundo.  
Será um concerto desafiador, tanto para o público como para os intérpretes, que apresentam uma narrativa enfasada por um notável dialeto musical inerente aos seus instrumentos e individualidades, realçando o estupendo e inovador universo sonoro de notáveis mundos e paisagens sonoras. 

Local: CLAV - Centro e Laboratório de Vermil
Horas: 21h30


2 de Outubro  - Ronda dos Mafarricos

É um concerto com oito horas de duração, que será transmitido em streaming. Este mega concerto irá acolher 16 dos mais conceituados percussionistas portugueses (Tomás Rosa, Ricardo Coelho, Vítor Castro, Paulo Pontes, Jorge Lima, André Dias, André Nadais, Alexandre Silva, Tiago Ferreira, João Pedro Lourenço, Fábio Mota, Daniel Araújo, Zé Stark, Jonathan Silva, Beatriz Martinho, Riques Ramos) e cada um irá dispor de cerca de 30 minutos de performance a solo.

Local: CLAV - Centro e Laboratório Artístico de Vermil


3 de Outubro - RePercussion Trio

RePercussion Trio é um grupo de percussão, que surgiu em 2016, composto por Alexandre Silva, Daniel Araújo e Jorge PereiraO grupo tem vindo a demonstrar versatilidade a nível artístico e performativo, abordando diversos tipos de repertório, desde o mais emblemático e tradicional ao cénico. Os seus objetivos passam por alargar o repertório para esta formação e colaborar com outros tipos de artes performativas, tais como, teatro, dança, desenho de luz e som e sonoplastia.
Durante o seu percurso artístico participou em festivais como o Cistermúsica, Harmos Festival e Festival SET. Além disso, esteve presente no 5.º Encontro Internacional sobre Educação Artística e na International Chamber Music Conference 2018.

Local: Espaço Fauna – V.N. de Famalicão
Hora: 21h30
 

4 de Outubro - Pulsat Percussion Group

Pulsat Percussion Group, fundado em março de 2012, procura promover a música contemporânea para percussão, com recurso a novas abordagens da experimentação. Foi desde logo premiado com o 2.º lugar no Prémio Jovens Músicos, na categoria de Música de Câmara, nível superior, seguindo-se o 2.º prémio no III Concurso Internacional de Música de Câmara Cidade de Alcobaça (CIMCA), em 2013. O grupo já participou em diversos eventos dos quais se podem destacar o International Percussion Competition Luxembourg (2015) onde alcançaram a semifinal, as atuações no Harmos Festival na Casa da Música, no Teatro Helena Sá e Costa, no âmbito do Euroclassical, no Auditório de Espinho, num concerto de apresentação de várias obras originais para percussão, de autores portugueses, entre muitos outros. 
Entre os diversos compositores do reportório do Pulsat Percussion Group elegem-se obras de Aurél Holló, John Cage, Christopher Deane, Lukas Ligeti, Michael Laurello, Steve Reich, João Pacheco, Jorge Prendas, Igor Silva, Daniel Bernardes, Paulo Perfeito e Daniel Martinho. A qualidade musical da sua performance surpreende todos os presentes, elevando a música contemporânea nacional e internacional ao mais alto nível.

Local: Espaço Fauna – V.N. de Famalicão
Hora: 18h00

0 comentários:

Publicar um comentário