terça-feira, 1 de setembro de 2020

STREAM: Bardino - Centelha


Centelha é o nome do novo trabalho dos Bardino, que foi editado no passado dia 25 de agosto. Com uma nova formação em trio, a banda demonstra neste álbum um registo menos linear e menos ligado ao rock que os anteriores. 

A banda do Porto desenvolve agora uma narrativa sónica e textural mais consistente e concetual, com aproximações à eletrónica. Se fecharmos os olhos nas primeiras notas, podemos imaginar o sol transformado em caleidoscópio numa reta estendida pelas planícies alentejanas, com 40 graus a baterem-nos na testa. À medida que o disco avança, somos transportados até ao fluxo calmo de um rio, onde um cacho de uvas se banha em delírios tropicais. Do seu néctar brota o vinho que tão bem acompanha a música dos Bardino - suave, fresca, repleta de cores e de vida, com aroma frutado e, ao contrário do líquido de Baco, excelente companheira de viagem. 

Centelha, gravado no início de 2020, é um álbum que não precisa de mapa nem de GPS. Orienta-se muito bem sozinho, seja a grande velocidade pelas autoestradas, contornando as inevitáveis rotundas das estradas nacionais, e por vezes sob a trepidação dos imprevisíveis caminhos de cabras. Guiados pelos teclados de Rui Martins, com Nuno Fulgêncio a alimentar a bateria e Diogo Silva a fazer vibrar o motor com o seu baixo, os Bardino soam a uma banda experimentada que não receia a experimentação. Do Porto para o mundo, via Saliva Diva, a Centelha acaba de se iluminar.



0 comentários:

Publicar um comentário