quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Satanique Samba Trio: bizarria MPB além-fronteiras

Satanique Samba Trio: bizarria MPB além-fronteiras

Os Satanique Samba Trio são uma banda oriunda de Brasília, cujo imaginário sonoro simplesmente não tem limites. Começando do princípio, foi no longínquo ano de 2002 que a banda (que apesar do nome, é um sexteto) mandou-se numa jornada cujo propósito seria escapar aos lugares-comuns da MPB da maneira mais estonteante possível. 

Munidos de imensas influências que vão da música clássica até ao folclore, e de um espírito aventureiro sem igual, os Satanique Samba Trio fazem uma fusão bastante envolvente e contagiante de várias sonoridades tradicionais brasileiras (como Samba, Lambada e Forró) com jazz de fusão, rock, música experimental e eletrónica (certamente com mais algumas coisas para o meio), que por sua vez dá azo a discos com músicas que, apesar de geralmente breves em termos de duração, marcam os ouvintes com o seu arrojo e dinâmica sem fim à vista, como em álbuns como Xenossamba e Mais Bad.



Mais recentemente, a banda lançou no passado Halloween o novo EP Forrível, o primeiro registo conhecido de um género denominado forror synth - cruzamento entre a música forró nordestino do Brasil e a sonoridade reminiscente dos filmes de terror/giallo dos anos 70 e 80 - que resulta bastante bem no geral, e que se poderá ouvir em baixo.

1 comentário: