quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Serralves apresenta performances de Yoko Ono




De 14 a 15 de novembro, entre as 10h e as 12h30, o museu, o auditório e o parque de  Serralves acolhem um programa de peças-referência da artista e ativista japonesa Yoko Ono, considerando a sua influência atual do ponto de vista estético e formal.

Esta programação, centrada nas suas Instructions pieces (Peças instrução) das décadas de 60 e 70, coincide com o encerramento da exposição Yoko Ono: The Learning Garden of Freedompatente no Museu e Parque de Serralves desde 29 de maio, e será interpretada por vários artistas da cidade do Porto. 

Sob a direção de Óscar Rodrigues, Thamiris Carvalho, Carla Cruz, Xana Novais, Joana von Mayer Trindade, Gil Mac, Dori Nigro, Xavier Paes, Bruno Senune e Ensemble Factor E! Casa da Música irão interpretar as peças Cut Piece (1964), Bag Piece (1960/64), Voice Piece for Soprano (1961), Sky Piece To Jesus Christ (1965), Painting to Shake Hands (1961) e Secret Piece (1953).  

Artista multimédia, cantora, compositora e ativista política, Yoko Ono é considerada uma das figuras de destaque do movimento Fluxus, corrente artística liderada pelo lituano George Maciunas no início da década de 60 que abrange outros notáveis como John Cage, Joseph Beuys ou La Monte Young.

As Instruction pieces foram compiladas pela primeira vez na antologia Grapefruit, em 1964, e reunidas em sessões que vão da música à pintura, poesia e objeto. Segundo a organização, "descrevem ações fundadas num conceito ou imagem, propostas a serem livremente ativadas - física ou mentalmente- por performers e públicos, sublinhando a sua natureza participativa e consequente dissolução da sua autoria e carácter original".

O programa completo pode ser encontrado em serralves.pt.




0 comentários:

Publicar um comentário