quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Jardins Efémeros anunciam primeira confirmação para 2021


Ainda sem garantias da sua realização, devidos às medidas impostas pela pandemia da Covid-19, a organização dos Jardins Efémeros revelou a primeira confirmação no cartaz do evento multidisciplinar que acontece no centro histórico de Viseu. Lyra Pramuk, compositora, vocalista e performer americana, é o primeiro nome na área do som a ser avançado pelo festival.

Pramuk apresentar-se-á pela primeira vez em Portugal, em espectáculo único no país, com o seu primeiro longa-duração, Fountain. Aplaudido por publicações de referência como a Fact Magazine, Pop Matters e Pitchfork, que o incluiu na lista de melhores lançamentos de 2020, o álbum de estreia da artista sediada em Berlim é um trabalho aglotinador que une vocalizações clássicas com uma forte sensibilidade pop e performática, congeminações club e folk futurista. 

Escrito ao longo de várias residências artísticas, repartidas entre as cidades de Tóquio e Estocolmo, e depois de inúmeras digressões com artistas como Holly Herndon e Colin SelfFountain é o resultado de anos a explorar os limites da voz e do seu papel na produção contemporânea. O álbum recebeu o selo da islandesa Bedroom Community, de Valgeir Sigurðsson e Ben Frost, e foi editado em março deste ano.

A realização dos Jardins Efémeros em 2021 foi confirmada em comunicado publicado pela organização em julho. “Depois de uma análise profunda sobre todas as eventuais modificações no programa”, a organização concluiu que não seria possível desenhar para este ano um modelo misto, capaz de juntar espetáculos ao vivo e online, marcando o reencontro com o evento cultural para julho do próximo ano. As datas e número de dias ainda não são conhecidas, mas deverão ser anunciadas brevemente. 


0 comentários:

Publicar um comentário