segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Os Future Faces estão a preparar um futuro promissor na cena dark

Os Future Faces estão a preparar um futuro promissor na cena dark


Três anos após a edição do EP Revolt (2017) os suíços Future Faces regressam à ação com Euphoria, o seu primeiro esforço longa-duração que culmina o período de dois anos investidos na composição, gravação e produção do trabalho. O trio composto por Alexandre Muller (HEX, Equus), Matthieu Baumann (Elizabeth, Capital Youth) e Eduardo Garcia (Equus) traz agora à calha a sua força vigorosa na criação de sons escuros, recheados por guitarras pontilhadas, uma percussão crua e uma atitude confiante que se posiciona nos campos da coldwave, post-punk e dark synth

Se em Revolt já era notório um traço promissor na sonoridade esculpida pelo grupo, neste Euphoria essa constatação evidencia-se essencialmente no single que serve de apresentação ao disco, "Enter Life". O novo tema, que conta com o trabalho vocal de Marc Dwyer (Buzz Kull), foi apresentado esta sexta-feira (4 de dezembro) juntamente com um trabalho audiovisual que revive alguns cortes das gravações de arquivo do filme The Other Side Of The Wind, original de Orson Welles. Segundo a banda, a escolha deste material resultou por integrar a intensidade que bem representa o ambiente de "Enter Life" - um tipo de energia sexual sem quaisquer imagens de sexo.


Mais maduros que em Revolt, no novo Euphoria os Future Faces registam oito canções de personalidade muito própria, que integram em sintonia guitarras exuberantes, camadas de sintetizadores etéreas, um baixo propulsor e enublado, numa produção polida. Euphoria começa logo a surpreender no tema de avanço "Radiant", onde a delicadeza da produção mostra um contraste com a abordagem mais crua de outrora e é enaltecida pela voz suave de Alexandre Muller. No mesmo campo sonoro continuam com a balada imersiva "Billion Years", onde colocam em evidência uma aura sofisticada no som que produzem. De volta aos temas mais estimulantes podemos encontrar "Halcyon" - uma injeção de adrenalina das trevas -; e "Shallow" - a colocar em ponto de foco sintetizadores emotivos e guitarras desbravadas. Já nos minutos finais Euphoria adquire uma tonalidade mais sombrias com "Old Desires", mais uma dais faixas de destaque do disco a surpreender pelo seu dinamismo e riqueza de composição.

A edição digital de Euphoria já se encontra disponível para audição na íntegra abaixo. O novo disco contará ainda com uma edição em vinil e CD com data de lançamento previsto para 17 de fevereiro e co-edição assinada pela Throatruiner Records (pre-order aqui), Fer De Lance (pre-order aqui) e Roosevelt Records (pre-order aqui). 


0 comentários:

Publicar um comentário