terça-feira, 16 de março de 2021

Chris Watson apresenta instalação sonora nos Jardins Efémeros


Chris Watson é a segunda confirmação da edição de 2021 dos Jardins Efémeros. Juntamente com Pedro Rebelo, o músico e escultor sonoro inglês vai desenvolver, em contexto de residência artística, uma instalação sonora em toda a Praça D. Duarte, em Viseu.  

A criação resulta da colaboração dos Jardins Efémeros com o Sonic Arts Research Centre, de Belfast, e será acolhida pelo Teatro Viriato, que este ano é um dos parceiros estruturantes do festival.  

Natural de Sheffield, Inglaterra, Chris Watson é um dos fundadores do influente grupo de música experimental Cabaret Voltaire. Depois da separação do grupo em 1981, o músico desenvolveu um interesse particular na gravação de sons de natureza. O seu trabalho na televisão inclui programas na série Life, de David Attenborough, e Frozen Planet, da estação pública de rádio e televisão do Reino Unido BBC. Em 2019, juntou-se à compositora islandesa Hildur Guðnadóttir na composição da banda-sonora da mini-série televisiva Chernobyl, que venceu um Grammy na categoria de 'Melhor Banda-Sonora Original'.  

Jardins Efémeros é uma realização financiada pelo Município de Viseu e pela Direção-Geral das Artes, além de outros parceiros media como a revista inglesa The WireJornal do Centro, Diário de Viseu, RTP - Rádio e Televisão de Portugal e Canal180

Em dezembro de 2020, a organização anunciou a cantora, compositora e performer americana Lyra Pramuk como primeira confirmação na área do som.


0 comentários:

Publicar um comentário