domingo, 28 de março de 2021

Dianna Excel reflete percurso enquanto mulher trans em ‘XL’

  

Já aterrou nas plataformas digitais XL, o álbum de estreia de Dianna Excel. Disponível desde sábado de forma independente, o primeiro LP da cantora-produtora reflete o seu percurso enquanto mulher trans, acompanhando o início da sua jornada de transição hormonal. 

Como indicam as notas de lançamento, XL é uma “coletânea de faixas explosivas, emocionais e introspectivas” que têm na voz de Dianna o seu “guia estrutural”. Ao longo de doze faixas de eletrónicas viperinas, Dianna explora a textura e a ambiência dos seus sons através de narrativas que alternam entre o real e a ficção, a transformação e os efeitos que esta provoca no seu corpo.  O seu primeiro avanço, “Chuva Cai”, foi revelado no passado dia 17 de março, no canal de Youtube de Dianna, e vem acompanhado de um vídeo dirigido por Sandra Varela.  

Produzido, vocalizado, misturado e masterizado por Dianna Excel, que responde também pelo nome Baby Sura (e que produz algum do mais urgente trap feito em Portugal), XL encontra-se disponível para escuta e compra no Bandcamp. A capa  tem a assinatura de Lume Brando que, junto de Dianna, “navega este processo de evolução identitária e hormonal”.


0 comentários:

Publicar um comentário