sexta-feira, 9 de abril de 2021

Império Pacífico viajam até Singapura em novo single


Menos de um ano depois de Exílio, a estreia dos Império Pacífico em longa-duração (e um dos melhores lançamentos de 2020 para a nossa redação), o duo composto por funcionário e trash CAN parte para "Singapura", o primeiro avanço do seu próximo álbum, Flagship.

O tema conta com a participação de Noiva, nos sintetizadores, e Bitrot, nos sintetizadores e variações rítmicas, e continua a jornada do grupo pelos terrenos mais airosos da eletrónica de dança, com divagações new age bem definidas e uma certa ligação ao quarto mundismo de John Hassell. O vídeo que o acompanha, estreado esta quinta-feira no Rimas e Batidas, conta com a participação de Ricardo Lourenço e foi descrito como uma "imagem mental de uma viagem rápida à noite”. Confiram-no em baixo.

Os Império Pacífico formaram-se em 2016, ano em que se estrearam nas edições pela Alienação com o EP 180, seguindo-se uma breve mas proveitosa passagem pela Rotten \ Fresh com o homónimo Império Pacífico, de 2017. O álbum de estreia, Exílio, saiu em junho de 2020 pela Variz e mereceu apresentações ao vivo no festival OUT.FEST, no Barreiro, e na Galeria Zé dos Bois, onde abriram para o destabilizador-pop Yves Tumor.

Flagship é uma colaboração com a Leitura Tropical, que sela este lançamento, e está agendado para sair no próximo dia 7 de maio no Bandcamp e restantes plataformas digitais. A mistura e masterização ficou a cargo de Benjamim Castanheira.


0 comentários:

Publicar um comentário