sexta-feira, 21 de maio de 2021

Morreu Yoshi Wada, figura central da improvisação livre estruturada


Morreu Yoshimasa "Yoshi" Wada, uma das mais importantes figuras da improvisação livre estruturada dos últimos 50 anos. A notícia foi avançada no dia 20 de maio pelo filho, Tashi Wada, na sua conta oficial de Twitter. Tinha 77 anos.  

Depois de se formar em escultura, o compositor, que nasceu em Kyoto, no Japão, em 1943, mudou-se para Nova Iorque onde conheceu George Maciunas, fundador do movimento Fluxus. Estudou canto e composição com ilustres da vanguarda como La Monte Young ou Pandit Pran Nath e, a partir da década de 70, começou a desenvolver as suas próprias peças com foco na ressonância e sobretons, que implementavam muitas vezes instrumentos construídos a partir de objetos que o próprio utilizava enquanto canalizador. Wada é também reconhecido pelo seu trabalho para voz e vários tipos de gaita de foles, e desenvolveu uma reputada carreira na área da instalação sonora. 

Os seus únicos discos, Lament for the Rise and Fall of the Elephantine Crocodil (1982) e Off the Wall (1985), foram publicados originalmente pela India NavigationFMP, e reeditados posteriormente sob a alçada da EM Records e da Edition Omega Point, que carimba ainda o registo da instalação The Appointed Cloud (2008). Nos últimos anos, Wada desenvolveu vários trabalhos na companhia do seu filho, que disponibilizou algumas das suas obras no Bandcamp da sua editora Saltern.


0 comentários:

Enviar um comentário